Segredo

Chevrolet Onix - Marca prepara novo hatch para disputar categorias de entrada

Em outubro, a montadora americana apresentará um novo hatch para o mercado brasileiro. Modelo é construído sobre a plataforma Gamma II e ainda terá um irmão com carroceria sedã

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/06/2012 12:45 / atualizado em 20/06/2012 18:13 Marlos Ney Vidal /Estado de Minas

Linhas do hatch são bem diferentes da linha GM, exceto pela grade bipartida -  Renato Aspromonte/Esp. EM Linhas do hatch são bem diferentes da linha GM, exceto pela grade bipartida

Olhe bem para as imagens desta página e vá se acostumando, pois, a partir de outubro, este hatch estará à disposição dos clientes nas revendas Chevrolet. Ainda não há confirmação oficial, mas nos bastidores o modelo já é chamado de Onix. O fabricante aposta alto e o hatch chegará com predicados para figurar na lista dos mais vendidos da marca no mercado nacional. A linha Onix será comercializada com preços próximos aos do Corsa hatch, em fim de linha, e do finado Corsa Sedan.

O Projeto Onix, que chegará com opções de carroceria hatch e sedã, foi desenvolvido a partir da plataforma Gamma II. No Brasil o sedã Cobalt e a minivan Spin, que chega ao mercado na semana que vem, já usam a arquitetura. O importado Sonic e o futuro SUV Enjoy (Trax) também usam. Essa plataforma é a mesma do Opel Corsa D, por isso várias unidades do hatch europeu foram usadas como mulas no desenvolvimento dos modelos nacionais.

A linha Onix será fabricada na planta da Chevrolet em Gravataí (RS), onde atualmente são produzidos Celta e Prisma. A fábrica, uma das mais modernas do Brasil, passa por reformulações desde o começo do ano para se adequar à produção do Onix hatch e sedã. Além deles, a unidade poderá fabricar um terceiro modelo, pois a linha está adaptada para veículos maiores que o Onix.

Apesar de usar a plataforma Gamma II, o Onix não terá entre-eixos avantajado. Terá um bom espaço interno, mas não muito maior do que o do Celta. Em compensação, será um hatch de teto alto, garantindo bom espaço para a cabeça dos ocupantes. Os bancos são mais próximos do assoalho, como os do Celta, Classic e Corsa. O porta-malas não será muito maior que o dos concorrentes.

Pelas projeções, pode-se observar que o Onix contará com um desenho bem esportivo e, assim como o Sonic, seguirá linhas bem diferentes dos últimos lançamentos da marca, apesar de manter a grade bipartida. A frente terá faróis espichados, como os do Honda City, e o capô é bem pequeno, assim como os para-lamas. A grade será filetada e não em colmeia, como a dos irmãos. Os faróis na versão LTZ contarão com um filete de luz azul, como na projeção, e essa luz se acenderá junto com o farolete.

Na traseira, o vidro curvo e os vincos da carroceria se encontram na tampa simulando um X. A tampa ainda terá aerofólio integrado. As lanternas invadem a lateral, com a parte de cima vermelha e a de baixo branca. As laterais são marcadas pelos vincos e as portas acompanham a caída do teto. As maçanetas são as mesmas do Cobalt. No interior, o painel de instrumentos seguirá a linha dos irmãos Cobalt, Spin e Sonic e a versão mais cara (LTZ) terá tela de multimídia sensível ao toque.

Vidro traseiro é curvo e linha de cintura elevada confere robustez ao novo modelo -  Renato Aspromonte/Esp. EM Vidro traseiro é curvo e linha de cintura elevada confere robustez ao novo modelo


O Onix ainda marcará a estreia de um novo motor 1.4. Em uma das apresentações do modelo, um protótipo ostentava na cobertura do motor a sigla S4. Não há confirmação da cavalaria, mas deverá ser maior que o do atual 1.4 Econo.Flex. O 1.0 VHCE também será usado.

VERSÕES/SEGURANÇA O Onix seguirá as nomenclaturas LS, LT e LTZ para definir os padrões de acabamento. As rodas das versões de entrada serão em aro 14 polegadas, e as da LTZ, em aro 15 polegadas de liga leve. Airbag duplo e ABS devem ser de série para as versões LT e LTZ. Já para a LS devem ser oferecidos somente como opcionais, já que a lei exige que somente 30% da produção de modelos derivados de um novo projeto saiam com os equipamentos de segurança de série.

SEDÃ Os dois compartilham quase tudo e até as portas traseiras são as mesmas. Só que o sedã tem a caída de teto que lembra o Hyundai Elantra. O sedã, apesar de ter o início da produção programado juntamente com a do hatch, deverá ser lançado somente em janeiro de 2013.

 

Tags:

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Antonio
Antonio - 20 de Junho às 13:16
Putz, se não tivesse a logo, eu juraria se tratar de um Gol G VI.
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
28 de julho de 2015
27 de julho de 2015