LANÇAMENTO

Renault Sandero 1.6 8V - Plástica acerta conjunto

Marca francesa dá discreto retoque no hatch, proporcionando aspecto rejuvenescido, e mantém conjunto mecânico, com motor eficiente, mas o câmbio poderia ter melhorias

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 14/06/2011 16:28 / atualizado em 14/06/2011 19:14 Enio Greco /Estado de Minas

Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A PRESS

 

Galinha dos ovos de ouro é coisa séria e deve ser tratada com ração de primeira. A Renault sabe disso e, de olho na concorrência, tratou de dar uma mexidinha no seu modelo líder de vendas, o Sandero, que ganhou visual discretamente atualizado, além de algumas melhorias de conteúdo. Por fora, o hatch recebeu retoque para ficar um pouco parecido com o Fluence na parte frontal, e, por dentro, novos equipamentos e materiais completam as alterações. O modelo continua sendo uma interessante opção no segmento de hatches compactos (embora pareça um médio), já que tem amplo espaço interno e bom conjunto mecânico. Apenas o câmbio poderia ter um ajuste melhor, tanto nos engates quanto na relação de transmissão.

 

Veja a galeria completa de fotos do Renault Sandero 1.6 8V!

 

Mexeram no artilheiro

Já que a Renault não consegue desencantar nos outros segmentos, principalmente no de sedãs médios, o jeito é apostar as cartas no time que está vencendo, no caso, no seu carro-chefe de vendas, o Sandero, que representa 43% dos negócios da marca no Brasil. E não foi preciso fazer muita coisa para mudar. A frente do hatch perdeu a grade superior vazada, que deu lugar a uma chapa lisa de plástico com o losango da marca no centro. O simples detalhe deu ao Sandero certa semelhança com o Fluence, garantindo aspecto rejuvenescido. Na parte inferior do para-choque, entrada de ar tipo colmeia e faróis de neblina com moldura cromada.

O problema é que a Renault manteve o mesmo capô, com os vincos que convergiam para a grade anterior. Agora eles ficam sem sentido. Mas tudo bem. Não chega a comprometer. O farol tem o mesmo formato, porém o desenho interno mudou. As laterais são lisas, com friso largo na parte inferior. As lanternas traseira, também mudaram só por dentro, com divisão em duas seções e ondulação na lente. O desenho do Sandero pode não ser uma referência de modernidade, mas agrada. É um carro simpático e só tem o porém das colunas traseiras largas, que atrapalham a visibilidade, problema comum à maioria dos hatches.

POR DENTRO O porta-malas tem bom tamanho para um modelo dessa categoria, mas o estepe fica instalado do lado de fora, pouco prático na operação de troca. O espaço interno é um dos principais atrativos deste Renault, tanto para quem vai na frente quanto atrás. O banco do motorista tem regulagem de altura, assim como o volante, e o traseiro acomoda bem três pessoas, mas o cinto de segurança central é abdominal. Os apoios de cabeça laterais do banco traseiro não descem totalmente, como o do meio, tornando-se um inconveniente quando não há passageiros atrás. O painel principal foi modificado e o quadro de instrumentos ganhou novo grafismo, facilitando a leitura. O computador de bordo é item de série nesta versão, a Privilège.
Painel de plástico duro tem instrumentos com novo grafismo e computador de bordo - Painel de plástico duro tem instrumentos com novo grafismo e computador de bordo


DESLIZES A Renault melhorou algumas coisas no interior do Sandero, usando plástico duro no painel, com boa montagem das partes, mas deixou passar alguns detalhes desnecessários. Os comandos elétricos dos vidros, por exemplo, estão bem posicionados nos painéis das portas, porém não contam com iluminação quando o farol é acionado. No escuro faz falta. O sistema de som é novo, mais moderno e bonito, mas o dial central, que normalmente serve para aumentar ou diminuir o volume, no Sandero é usado para mudar de estação do rádio. O volume é alterado em teclas de mais ou menos. Pouco prático. Por outro lado, os bancos são revestidos com tecido de boa qualidade.

 

No lançamento oficial do novo Sandero, em Florianópolis, a reportagem do Vrum esteve presente. Veja o vídeo: 

 

PERFORMANCE Outro atrativo do Sandero é, sem dúvida, o conjunto mecânico. O motor de 8V tem bom torque em baixas rotações e responde de forma precisa aos comandos do motorista. Só é um pouco ruidoso em altas rotações e seu desempenho fica prejudicado pelas relações de marcha do câmbio. A segunda poderia ser um pouco mais curta, pois em situações de subidas o giro do motor cai, obrigando a engatar a primeira marcha. Fora isso, o desempenho é bom e o consumo registrado no computador de bordo foi de 8,3km/l na cidade e 12,5km/l na estrada com gasolina; e 6,8km/l na cidade e 10,5km/l na estrada com etanol.

As suspensões do Sandero foram bem calibradas, proporcionando comportamento seguro em curvas e filtrando relativamente bem as imperfeições do solo. A direção hidráulica, de série, também mostrou-se bem ajustada, com reações seguras em velocidades mais elevadas e ágil em situações de manobras. O sistema de freios, com ABS, funcionou de forma eficiente. O Sandero 1.6 8V é vendido nas versões Expression e Privilège e, em ambas, airbag e ABS são opcionais. Mas o modelo tem interessante lista de equipamentos de série, além de garantia de três anos.

FICHA TÉCNICA
MOTOR

Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.598cm³ de cilindrada, oito válvulas, que desenvolve potências máximas de 92cv (gasolina) e 95cv (álcool) a 5.250rpm e torques máximos de 13,7kgfm (gasolina) e 14,1kgfm (álcool) a 2.850rpm

TRANSMISSÃO
Tração dianteira e câmbio manual de cinco marchas

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente, do tipo McPherson, com triângulo inferior; e traseira, com rodas semi-independentes e barra estabilizadora / liga leve, de 15 polegadas / 185/65 R15



DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência hidráulica

FREIOS
Discos sólidos na dianteira e tambores na traseira

CAPACIDADES
Tanque, 50 litros; peso, 1.055 quilos; de carga (passageiros e bagagem),
415 quilos


EQUIPAMENTOS
DE SÉRIE
Conforto/conveniência
- Abertura interna da tampa do tanque de combustível, alarme sonoro de advertência de luzes acesas, ar-condicionado, ar quente, banco do motorista com regulagem de altura, banco traseiro com encosto rebatível, bolsas do tipo canguru atrás dos encostos dos bancos dianteiros, comando de abertura das portas por radiofrequência, computador de bordo, conta-giros, direção hidráulica, volante com regulagem de altura, iluminação no porta-malas, limpador e lavador do vidro traseiro, luz de leitura para o passageiro, luz no porta-luvas, para-sol do motorista e do passageiro com espelho de cortesia, porta/copos/objetos nos consoles dianteiro e traseiro, porta-objetos nas portas dianteiras e no painel, predisposição para som, protetor do cárter, proteção de soleira nas portas dianteiras, retrovisores com regulagem elétrica, rádio CD Player com MP3, USB, entrada auxiliar/Ipod, Bluetooth, comando satélite, travamento automático das portas a 6km/h, temporizador do limpador do para-brisa, travas elétricas das portas e porta-malas, vidros dianteiros e traseiros elétricos, vidros verdes.

Aparência - Aplique cromado no para-choque, difusores de ar do painel na cor prata, friso lateral na cor preta, maçanetas externas na cor da carroceria, maçanetas internas na cor prata, manopla da alavanca do câmbio com detalhes em alumínio, painel central na cor preta brilhante, painel de instrumentos com anéis metalizados, para-choques na cor da carroceria, retrovisores externos na cor da carroceria, rodas de liga leve aro 15 polegadas e bancos revestidos em tecido.

Segurança - Alarme perimétrico, apoios de cabeça traseiros laterais reguláveis em altura, bloqueio de ignição por transponder, terceira luz de freio (brake light), cintos de segurança dianteiros e laterais traseiros retráteis de três pontos, cinto de segurança central traseiro subabdominal, desembaçador do vidro traseiro, faróis de neblina, trava para crianças nas portas traseiras.

Três encostos de cabeça, mas só o do meio desce totalmente - Três encostos de cabeça, mas só o do meio desce totalmente


OPCIONAL
Airbag duplo, freios ABS, terceiro apoio de cabeça traseiro, volante revestido em couro e pintura metálica.

 

Mostrando os dotes

Confira todos os detalhes do hatch compacto da Renault, veja como o modelo se saiu nas avaliações técnica e de ergonomia, e compare com os concorrentes.

 

AVALIAÇÃO TÉCNICA

 

Acabamento da carroceria
A montagem dos faróis, lanternas, retrovisores, pestana dos vidros, guarnições, para-choques, etc é satisfatória. Não há acabamento plástico para encobrir a chapa da carroceria na base inferior do para-brisa/painel de fogo. A qualidade da pintura é razoável. As quatro portas têm pontos com desnivelamento entre si e a carroceria. A tampa traseira está descentralizada, e o capô tem folga fixa grande em relação ao painel dianteiro e também está desnivelado. REGULAR

Modelo tem perfil mais elevado, com frisos largos nas portas - Modelo tem perfil mais elevado, com frisos largos nas portas


Vão do motor

O motor e seus componentes externos preenchem bem o vão, mas é bom o acesso à manutenção em geral. O leiaute é racional e os itens de verificação constante têm fácil identificação. O resultado da insonorização em relação ao habitáculo é aceitável para a proposta do automóvel e seu segmento de mercado. O capô tem ângulo de abertura satisfatório. POSITIVO

Altura do solo

Não ocorreram interferências com o solo no nosso percurso misto de provas, mesmo com carga máxima. Por prevenção, tem chapa em aço protegendo o motopropulsor. POSITIVO

Climatização

É por comando manual. Os quatro difusores de ar frontais do painel têm boa vazão e as aletas de orientação do fluxo de ar giram 360°. Apresentou bom funcionamento com o tempo satisfatório para climatizar todo o habitáculo e não houve admissão de gases/fumaça. A caixa de ar tem quatro velocidades e são cinco as opções de direcionamento do fluxo. A rumorosidade de funcionamento é razoável. POSITIVO

Freios

Apresentaram bom comportamento dinâmico no uso na estrada e na cidade. O pedal de freio tem boa sensibilidade e o sistema apresentou reações equilibradas nos dois eixos, inclusive em frenagem de emergência sobre piso seco. O ABS está bem calibrado e atuou com precisão. O freio de estacionamento sustenta sozinho o veículo em aclive/declive. POSITIVO

Câmbio

A embreagem é macia, tem boa progressividade e curso, além de resistência térmica a arrancadas sequenciais em subida usual, estando o veículo com carga máxima. A qualidade de engate é razoável. O curso da alavanca é bom, assim como o seu posicionamento no túnel central. POSITIVO

Motor

O sistema flex funcionou bem, além de partida a frio instantânea com manutenção da marcha lenta e aceleração progressiva, mesmo com motor pouco aquecido com álcool no tanque. A rumorosidade de funcionamento é baixa. A sua performance é boa com retomadas de velocidade e aceleração que agradam bem. A perda no rendimento quando carregado e A/C ligado é aceitável e ainda proporciona dirigibilidade bem razoável. POSITIVO

Vedação

Boa contra água e poeira. POSITIVO

Nível interno de ruídos

O efeito aerodinâmico é elevado e notório já a 100km/h e incomoda em velocidades mais altas. Os ruídos no habitáculo são muito poucos, mas surgem quando se trafega sobre pisos de terra com costelas, paralelepípedo e asfalto em má conservação.REGULAR

Suspensão

O conforto de marcha é muito bom e merece destaque pela qualidade da leitura e absorção das suspensões em relação ao solo (asfalto, terra e paralelepípedo). A estabilidade é boa, com precisão e rapidez no contorno de curvas de raios variados, com inclinação moderada da carroceria. POSITIVO

Direção

A coluna tem ajuste manual em altura com curso satisfatório. A precisão na reta e em curvas é boa. O efeito aerodinâmico tem boa velocidade e o diâmetro de giro satisfaz. O conjunto apresentou baixa rumorosidade em curvas sobre calçamento e estrada de terra. As cargas do sistema assistido estão bem definidas para o uso urbano e em rodovias. POSITIVO

Iluminação

O novo farol tem construção com parábola simples e eficiência normal em iluminação, no alto e no baixo, conta com o auxiliares embutidos no para-choque, mas não tem regulagem elétrica de altura em função da carga transportada. O quadro de instrumentos é de fácil identificação noturna, assim como os comandos do console central, mas não há iluminação nos interruptores elétricos instalados nos painéis de porta. Há luz de cortesia no porta-luvas e porta-malas. No teto tem uma lanterna bipartida com resultado discreto para a área do habitáculo. REGULAR

Limpador de para-brisa

Ao esguichar quatro jatos de água com boa vazão no para-brisa, as palhetas atuam automaticamente, e a área de varredura satisfaz. No vidro traseiro o sistema é também eficiente. O reservatório de água instalado dentro do vão do motor tem fácil acesso, mas a tampa poderia ser na cor azul. POSITIVO

Estepe/ macaco

O estepe, que tem a roda em aço e o pneu igual aos de uso, está instalado abaixo do vão de carga, fixo em suporte basculável com acionamento por dentro do porta-malas. O macaco e a chave de rodas estão acondicionados nas laterais dentro do vão de carga. Para se ter acesso aos parafusos de roda é necessário retirar a calota central (roda de liga leve) com ferramenta específica que vem no kit. A operação de troca não é simples nem limpa. NEGATIVO

Alarme

A chave de ignição é codificada com sistema antiarranque e há proteção perimétrica das partes móveis, mas não tem a volumétrica contra a invasão pela quebra dos vidros. Ao dar comando para travar as portas, os vidros não sobem automaticamente, e não tem função de abertura/ fechamento por um toque. REGULAR

Volume do porta-malas

O encontrado foi 320 litros, o mesmo declarado pelo fabricante, com o banco traseiro na posição normal, a tampa do bagagito fechada, e fechamento normal da tampa traseira.
Lanternas traseiras tiveram desenho interno alterado, dividido em duas seções, e o nome do modelo foi para o centro da tampa - Lanternas traseiras tiveram desenho interno alterado, dividido em duas seções, e o nome do modelo foi para o centro da tampa


Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan

 

Tags: teste

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
mauro
mauro - 15 de Junho às 09:33
Não gostei, esta dianteira ficou desproporcional, enfim a renault nunca teve bons designers, o sandero foi lançado no final de 2007 e 4 anos face it, sera que alguem vai reclamar igual reclaman dos fiat que renovam a cara a cada 4 nos
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
29 de junho de 2015
31 de maio de 2015
26 de maio de 2015
12 de maio de 2015
29 de abril de 2015