• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Test Drive »

Testamos o Agile Easytronic

Novo câmbio automatizado é bom no trânsito, mas deixa o hatch preguiçoso


Bruno Vasconcelos

Publicação: 07/01/2013 12:39 Atualização:

Imagine o seguinte cenário: São 18h de um dia de semana, o cidadão sai do trabalho no centro do Recife e não vê a hora de chegar em casa, na Zona Sul ou em qualquer outro ponto distante da cidade. Entra no carro e após a primeira esquina se depara com um congestionamento daqueles que para andar 100 metros se perde quase 10 minutos. A sensação boa que ele tinha, imaginando-se bem relaxado no conforto do lar, logo deu lugar ao estresse e ao cansaço. A cabeça começar a doer, as pernas não suportam mais o movimento incessante dos pedais. A embreagem e os freios são usados a cada segundo, transformando a ida para casa em um verdadeiro exercício físico e de paciência.

 (Bruno Vasconcelos/DP/DAPRESS)


Se você não quer ou não pode deixar o carro na garagem, não tem como fugir do trânsito na Região Metropolitana. O que você pode fazer é recorrer à tecnologia para tornar os longos minutos perdidos nos congestionamentos em algo menos doloroso. Um dos artifícios mais práticos é a escolha pelo câmbio automático ou automatizado. Mais do que um descanso para a perna esquerda - uma vez que não há pedal de embreagem -, deixar que o sistema eletrônico passe as marchas por você traz uma sensação de conforto e paz que só entende quem perde horas dentro de um carro quase que diariamente.

Muitas montadoras estão oferecendo o câmbio automatizado em carros com preços bem acessíveis no Brasil. Testamos a recém lançada versão do Agile com a transmissão Easytronic. Disponível como opcional para a gama LTZ, o equipamento aumenta em R$ 2.200 o valor do carro, que parte de R$ 41.590. Acrescentando ainda uma cor metálica, como o azul de nossa unidade avaliada, o preço final do Agile salta para salgados R$ 44.644.

 (Bruno Vasconcelos/DP/DAPRESS)


Mas será que vale a pena pagar o valor adicional para ter o conforto de um câmbio automatizado? Basta lembrar do cenário descrito no início do texto para ter certeza que sim. Se a sua intenção já era de comprar um Agile e se você vai usar o carro para o dia a dia, os R$ 2.200 extras são, na verdade, um investimento para sua qualidade de vida. Porém (sempre tem um porém quando se fala de automatizado), não espere que o carro com a transmissão Easytronic seja ágil.

Não que o motor 1.4 de 102 cv (etanol) não dê conta dos 1.063 kg do Agile. O conjunto mecânico é bom e seria econômico não fosse as longas "esticadas" que o câmbio automatizado dá se você pisar com mais vontade no pedal do acelerador. Tem momentos que a impressão é de que a transmissão esqueceu de avançar a marcha, pois o ponteiro do conta-giros chega próximo aos 5.000 rpm e o carro ainda está na primeira marcha.

Outros aspectos também são interessantes no Agile e são ressaltados pelos fãs do hatch da GM, como o espaço interno generoso e acabamento dentro do padrão para o segmento. Mas não poderíamos deixar de avisar que com os R$ 44 mil do Agile, você pode comprar o Onix completo e com o mesmo motor 1.4 que custa R$ 42.840 na cor metálica. E o novo hatch compacto da GM tem ainda mais tecnologia, como o sistema multimídia MyLink, e acabamento bem melhor que o Agile.

Porém (lá vem ele novamente), o Onix não oferece o conforto do câmbio automatizado que o Agile tem. Pese na balança o que você espera de seu automóvel. Como dissemos anteriormente, a transmissão Easytronic vai te dar paz de espírito e um certo conforto no trânsito. Só não tenha pressa.

Ficha técnica
Agile LTZ Easytronic

Motor 1.4 Econo Flex
Potência 97 cv (gasolina) / 102 cv (etanol)
Torque 13,2 kgfm / 13,5 kgfm
Transmissão: Automatizada de cinco velocidades
Direção: Hidráulica

Comprimento 3.996 mm
Altura: 1.539 mm
Largura: 1.683 mm
Entre-eixos: 2.543 mm

Porta-malas: 327 litros
Tanque: 54 litros

Na sua casa: R$ 44.664

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Leonardo Monteiro
Estes novos modelos da Chevrolet são muito feios... Que grade dianteira feia... Sem contar a SPIN que é horrorosa. Saudade da Zafira! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas em destaque