• (7) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Lançamento »

Novo Hyundai HB20 está pronto e será lançado em setembro

Compacto brasileiro terá vendas iniciadas dia 11 de outubro e o Vrum foi conhecer de perto


Jorge Moraes - Diario de Pernambuco

Publicação: 22/07/2012 00:01 Atualização: 24/07/2012 11:56

Piracicaba (SP) - A Hyundai fez tudo certo e preparou um automóvel que vai deixar o mercado dos modelos flex 1.0 e 1.6 compactos de cabeça para baixo. Os sul-coreanos investiram em novas cores, estilo e anunciaram também que o projeto brasileiro, agora conhecido pelo primeiro carro HB20, servirá de base para o successor do i20 na Europa.

Modelo será equipado com motores 1.0 e 1.6, com preço a partir de R$ 29 mil (Wagner González)
Modelo será equipado com motores 1.0 e 1.6, com preço a partir de R$ 29 mil

Chang-Kyun Han, presidente da Hyundai Motor Brasil, revelou ao Diario/Vrum que dois novos produtos estão em fase final de desenvolvimento: o sedã e um esporte-utilitário compacto, para concorrer com Renault Duster e Ford EcoSport. A capacidade da fábrica de Piracicaba, em dois turnos, será de 150 mil carros.

 

+ Veja galeria de fotos do modelo


O estilo do HB20 é semelhante ao do Ix35, da nova geração do i30 e Santa Fé, modelos que serão apresentados no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro. O nível de acabamento das versões topo da gama é respeitável e a pré-série apresentada, que não pode ser fotografada pela imprensa, é um charme.


A Hyundai mira a Volkswagen como fonte de referência. O Gol, líder de vendas há 25 anos no país, foi a base do comparativo deles na coletiva de imprensa. O nome de batismo do HB significa Hyundai Brasil e o 20 está associado à plataforma compacta.


Como decifrar o HB20? O motor 1.0 de três cilindros terá aproximados 76 a 79 cavalos de potência e o 1.6 na faixa dos 128 cv. A engenharia fez alguns ajustes nos propulsores que são importados e utilizados nos co-irmãos Kia Picanto e Cerato. O preço estimado na casa dos R$ 29 mil a R$ 35 mil completo.


A versão 1.6 será equipada com câmbio manual ou automático. Prefira a segunda opção e pague a diferença. O HB20 automático, na versão completa, pode chegar aos R$ 50 mil.

Direção
Na pista de testes, o HB20 camuflado foi conduzido nas três versões pelo Vrum e nos dois tipos de rodagem, aro 14 e 15 polegadas em liga leve. As calotas serão para os carros de entrada. Impressionou a disposição do HB20 1.0 abastecido com etanol, mas a engenharia precisa corrigir o ruído interno multiplicado no interior do automóvel.

 (Divulgação)

Nível de acabamento é muito bom e praticamente completo em equipamentos de seguranças como as bolsas infláveis e o ABS. O travamento das portas é feito aos 15 Km/h. Detalhe: o fabricante mescla tecido e plástico nos forros laterais e compartilha peças de seus carros maiores.


O HB20 1.6 automático será a bola da vez eacelera bem fácil aos 140 Km/h. O preto piano aplicado na grade dianteira do veículo volta para o console central e garante charme. O painel, comum a todos, tem relógios separados e computador de bordo básico, a exemplo do i30 atual no Brasil. A lista de equipamentos oficial só será divulgada no lançamento.

 

 (Divulgação)
 

As impressões do HB20 foram as melhores. A Hyundai se antecipou à lei que determina bolsas infláveis e ABS para os carros fabricados a partir de 2014. Segurança é foco da montadora que comete uma falha nesse ponto. Em caso de colisão e capotamento, as portas só serão destravadas se os airbags forem acionados. Do contrário todo mundo fica preso na cabine. O HB leva com conforto quatro pessoas. O espaço é aceitável na cabine e o assento traseiro oferece isofix para prender certo a cadeirinha.


Mas falta algum reparo? Sim. Substituir as velhas palhetas do limpador do pára-brisa, que são aplicadas em carros de entrada e, na próxima correção de estilo, sacar o pino de porta dos anos 1980. O pino serve como referência de fechamento porque a trava pode ser feita na maçaneta.

* Editor viajou a convite da Hyundai do Brasil

Tags: celular

Esta matéria tem: (7) comentários

Autor: Oswaldo Netto
A Hyundai pega pesado na propaganda/ marketing! Depois das falsas promessas do Veloster de 140cv, fiquei com pé atrás. | Denuncie |

Autor: Renata OZ
teste | Denuncie |

Autor: romulo tourino
O problema não reside nos carros coreanos em si, mas sim nas importadoras oficiais no Brasil. É uma ótima opção de compra, desde q não precise nem da concessionária e nem do importador; este, além de mentiroso, não mantém estoque de peças de reposição em nível adequado, queimando a imagem da marca. | Denuncie |

Autor: antonio lima
Meu prezado Silvestre, só para lhe dar uma satisfação da msg da semana passada... Realmente meu FUSION 2011/12,custou 74K... Foi comprado em março, na cor branco neve perolizado(lindo!! hehehe...). Eu até gosto dos carros Coreanos, só que acho caros demais!! E mentem mmmuuuiiito em seus comerciais! | Denuncie |

Autor: Jack Bauer
No site do ig tem as fotos sem camuflagem | Denuncie |

Autor: Marcio Correa Filho
Essa estrada linda é no Brasil??? Alguém pode me informar onde é? | Denuncie |

Autor: Silvestre ¨®
Essi 1.6 com 128 cv pra essa categoria ate que da pra curtir ein si o preço nao for la aquelas picanha argentina e interior for digno como os outros hyundai rola de pega facil! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas em destaque