Lançamento »

Mercedes-Benz lança linha 2012 de caminhões


Bruno Vasconcelos

Publicação: 26/09/2011 09:30 Atualização: 26/09/2011 11:39

Campinas (SP) - Com a 18ª edição do Salão Internacional do Transporte (Fenatran) batendo à porta, os fabricantes de veículos pesados se apressam para antecipar os lançamentos de novas linhas de ônibus, caminhões e utilitários. Esta semana foi a vez da Mercedes-Benz, a segunda maior no segmento de caminhões no Brasil, lançar a linha 2012 dos seus veículos de carga.

Nova família da montadora terá capacidade de carga ampliada. (Divulgação)
Nova família da montadora terá capacidade de carga ampliada.

 

Foi a primeira vez que a empresa de origem alemã realizou uma renovação completa e de uma só vez em sua frota no Brasil. E não são poucas as novidades. "Não estamos apenas modernizando, atualizando e melhorando os nossos produtos. Uma nova Mercedes-Benz está surgindo, ainda mais forte e competitiva. Inauguramos assim, de formamarcante, uma nova era para a nossa empresa", afirma Jürgen Ziegler, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO para a América Latina.

 

Antes de falar dos novos caminhões é importante destacar a reformulação dos furgões Sprinter. A partir de abril de 2012, os transportadores poderão adquirir o novo modelo já com a tecnologia Blueefficiency que atende à legislação Proconce P-7 para a redução da emissão de poluentes. Além disso, o Sprinter passou por uma mudança no visual. O utilitário perdeu um pouco daquele jeitão quadrado e ficou com design mais moderno e arrojado. A capacidade de carga também foi aumentada em 400 kg, o que gera mais produtividade ao proprietário.

 

 (Divulgação)

 

"A nova geração irá proporcionar muito mais vantagens aos clientes, contribuindo para maior produtividade em suas atividades de transporte de cargas ou de passageiros, resultando em maior rentabilidade", ressalta Joachim Maier, vice-presidente de Vendas da Mercedes-Benz do Brasil.

 

Entre os caminhões também há novidades. A primeira é a aposentadoria do caminhão leve 710, conhecido como "Mercedinho". O modelo histórico da marca alemãdará lugar a linha Accelo, com as versões 815 e 1016. "A nova linha dá continuidade a uma trajetória de sucesso de 40 anos dos caminhões leves da nossa marca no país. Do pioneiro 608Dde 1972 ao consagrado 710 da linha atual, são mais de 185 mil unidades comercializadas no país", diz Maier.

 

Uma das grandes mudanças na linha de caminhões leves é a maior capacidade de carga. Com 8.300 kg de peso bruto total PBT, o Accelo 815 oferece 1.600 kg a mais em relação ao 710, o modelo mais vendido do Brasil em sua categoria.

 

Já entre os "pesadões" a principal notícia dada pela Mercedes foi que, a partir de janeiro de 2012, o top de linha da marca, o Actros, passará a ser produzido no país, na planta de Juiz de Fora (MG), que está sendo adaptada para a montagem de caminhões.Outra novidade do gigante de 456 cavalos é o câmbio automatizado PowerShift 2, que agora conta com sensor de inclinação da via.

 

A nova linha de caminhões da Mercedes estará nas lojas a partir de janeiro de 2012. Os preços deverão ser revelados durante a Fenatran, que ocorre em São Paulo de 24 e 28 de outubro (com cobertura do Diario/Vrum). O que é certo é que todos os modelos chegarão mais caros entre 6% e 10% devido às novas tecnologias para atender à legislação ambiental. 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas em destaque