• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Não compre no escuro - Fiat Palio entra na roda


Pedro Cerqueira - Estado de Minas

Publicação: 16/11/2008 17:39 Atualização:

 (Fotos: Studio Cerri/Fiat/Divulgação)
O segundo modelo abordado na série Não compre no escuro é o Fiat Palio. Além de auxiliar a compra de um usado por meio de informações prestadas por especialista de diversas áreas, outro objetivo da série é contribuir com um plano de manutenção preventiva para quem já possui o modelo. Para completar o serviço, cada edição mostra quanto o proprietário vai gastar para reparar os problemas mais freqüentes de cada carro.

Veja mais fotos de todas as gerações do Palio!

O Palio foi lançado no Brasil em 1996 com a difícil tarefa de, aos poucos, substituir o Uno (que até hoje, 12 anos depois, continua em produção). Os projetistas trabalharam para desenvolver um veículo sólido e resistente, com desenho apontado por uma pesquisa. Seguindo as novas tendências, lançadas pelo Corsa e pela segunda geração do Gol, o Palio trazia formas arredondadas tanto no exterior quanto no painel. Inicialmente, o Palio só era vendido com motorização 1.5 e 1.6. A versão 1.0 foi lançada ainda em 1996.

. Palio ELX 1.4 Flex - Modelito da hora
. Palio 1.0 ELX flex x Fiesta 1.0 First flex - Duelo de prematuros
. Fiat Palio 1.4 X VW Gol 1.6 - Desconforto é pecado
. GM Corsa 1.4 X Fiat Palio 1.4 - Briga de compactos
. GM Corsa 1.8 SS x Fiat Palio 1.8 R - Maquiagem esportiva
. Palio 1.8R flex - O nervoso da família

Em 2000, o modelo teve sua primeira reestilização, feita pelo estúdio do projetista italiano Giorgetto Giugiaro, porém, o desenho antigo seria mantido até 2002 para a versão Young. Em 2003, o Palio ganha mais um novo desenho, novamente feito pelo estúdio de design de Giugiaro. Em 2004, ocorreu a introdução dos motores bicombustíveis. A quarta reestilização, considerada a mais significativa, foi assinada pelo Centro de Estilo da Fiat e lançada em 2007.

Não compre no escuro - Volkswagen Polo
Não compre do escuro - Ford Focus
Não compre do escuro - Chevrolet Astra
Não compre no escuro - Volkswagen Golf
Não compre no escuro - Ford Courier
Não compre no escuro - Chevrolet Kadett e Ipanema
Não compre no escuro - Fiat Marea
Não compre no escuro - VW Apollo e Ford Verona
Não compre no escuro - Chevrolet Vectra
Não compre no escuro - Fiat Tipo
Não compre no escuro - Volkswagen Kombi
Não compre no escuro - Ford Escort
Não compre no escuro - Chevrolet Monza
Não compre no escuro - Fiat Tempra
Não compre no escuro - Volkswagen Santana
Não compre no escuro - Ford Ka
Não compre no escuro - Chevrolet Corsa
Não compre no escuro - Fiat Uno Mille
Não compre no escuro - Volkswagen Fox
Não compre no escuro - Peugeot 206
Não compre no escuro - Renault Clio
Não compre no escuro - Ford Fiesta
Não compre no escuro - Chevrolet Celta
Não compre no escuro - Volkswagen Gol

Problemas e orçamento

MECÂNICOS

Geral
Borra no motor (mais propenso nas versões 16 válvulas)
Limpeza do motor: R$ 350 (varia conforme intensidade)

Baixa durabilidade do silencioso causada pela geração de água no catalisador
Troca do silencioso: de R$ 90 a R$ 150

Folga no pivô da suspensão faz o carro perder o alinhamento
Solução: troca do pivô e alinhamento da direção: R$ 100

Sujeira no corpo da injeção eletrônica
Limpeza e reprogramação da injeção eletrônica: R$ 100

Falha da válvula termostática e do sensor de temperatura faz veículo aquecer
Troca desses componentes: R$ 205
Terceira geração do modelo (superior) é considerada uma das mais bem resolvidas em estilo. Hatchback compacto da Fiat foi lançado em 1996 (abaixo), sendo reestilizado quatro anos depois (meio)
Terceira geração do modelo (superior) é considerada uma das mais bem resolvidas em estilo. Hatchback compacto da Fiat foi lançado em 1996 (abaixo), sendo reestilizado quatro anos depois (meio)

Entupimento do filtro antichamas
Troca: R$ 40

Vazamento de óleo na tampa da caixa de marcha
Troca do selante: R$ 80

Motores Fire
Dimensionamento inadequado da embreagem causa trepidação e baixa durabilidade
Troca do kit de embreagem: R$ 600

Vazamento de óleo pela tampa de abastecimento, anel de vedação junto à bobina ou retentor do virabrequim
Troca da tampa de abastecimento: R$ 12
Troca do anel de vedação: R$ 20
Troca do retentor: R$ 200

Palio 1.6 16V MPI
Desgaste prematuro dos tuchos hidráulicos
Troca dos tuchos e revisão do cabeçote: R$ 1.000

ELÉTRICOS

Defeito na bóia do reservatório de partida a frio, nas versões bicombustíveis, faz a luz indicativa acender mesmo com o reservatório abastecido
Troca da bóia: R$ 127

Nas versões com acelerador eletrônico, sujeira no corpo de borboleta faz a marcha lenta oscilar
Desobstrução do sistema de ventilação do óleo do cárter e limpeza do corpo de borboleta: R$ 100

Nas versões que têm cabo de acelerador, defeito no corpo de borboleta causa oscilação da marcha lenta
Troca do corpo: R$ 790

Defeito na sonda lambda faz a marcha lenta ficar instável e provoca alto consumo
Troca: R$ 300

Mau contato no conector do sensor de rotação do eixo do virabrequim
Troca do conector: R$ 60

Mau contato no conector do corpo de borboleta faz veículo perder aceleração
Troca do conector: R$ 105

Descarga da bateria causada por queda de tensão nos cabos
Troca do cabo: R$ 140

Queda de tensão na bateria faz com que o motor pare de funcionar
Troca da bateria: de R$ 150 a R$ 220

LATARIA/CARROCERIA

Má qualidade das soldas da carroceria fazem com que as chapas de aço se soltem e causem barulho
Refixação dos pontos de solda: de R$ 100 a R$ 500

PROJETO

Nos motores Fire, cabo de vela fica em local muito quente no cabeçote, que provoca ressecamento da borracha, fragiliza o cabo e o faz perder a capacidade de condução, fazendo o motor perder o centelhamento e falhar.
Troca de vela e cabo de vela: R$ 140

Dutos de ar, que levam o ar do filtro até o motor, se ressecam e quebram
Troca: a partir de R$ 140

Quebra do acoplamento da alavanca de marcha (falha corrigida pelo fabricante)
Troca por uma peça mais resistente:
R$ 150

Mangueira de combustível resseca e rompe porque passa numa área muito quente do motor. Reparo: R$ 1.000
Solução paliativa: R$ 120

ACABAMENTO

Volante, manopla de câmbio e alavancas do volante se esfarelam prematuramente

Ruídos
(causados por...)
Pára-choques mal fixados
Má regulagem do capô
Folgas nos componentes do vão do motor
Lubrificação deficiente das fechaduras
Má fixação da forração das portas
Folgas no maquinário dos vidros
Bancos com baixa resistência
Má fixação de estepe, macaco
e chave de roda

A mão-de-obra de um tira-grilos, que elimina os ruídos do carro, custa a partir de: R$ 200

Melhor custo/benefício - Sedãs médios - Preço não garante conteúdo
Melhor custo/benefício - Peruas atrevidas
Melhor custo/benefício - Compactos premium - Sem prêmio para a segurança
Melhor custo/benefício - Sedãs com motor 1.4 e 1.6 - Franceses em destaque
Melhor custo/benefício - Sedãs com motor 1.0 - Mais por menos
Melhor custo/benefício entre R$ 30 mil e R$ 45 mil - Caro em conta
Melhor custo/benefício entre R$ 23 mil e R$ 29 mil - Peladinho com conteúdo


Colaboraram para a reportagem: AutoWay (31-3442-7342); Alinha Rodas (31-3295-3913); o "tira-grilos" Luiz Fernando Machado (31-3226-2677); Autowatt (31-2526-4516); Marcha Livre (31-3481-3200).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas em destaque