• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Honda lança novas motos para segmentos distintos

A marca japonesa lança três novos modelos que usam o mesmo motor de dois cilindros e 500cm3 de cilindrada, o quadro, as rodas e o painel, mas que visam segmentos distintos


Téo Mascarenhas - Estado de Minas

Publicação: 28/11/2012 14:01 Atualização:

O modelo CB 500X tem vocação aventureira e banco mais alto (Honda/Divulgação)
O modelo CB 500X tem vocação aventureira e banco mais alto
 

 

A Honda lançou este mês no Salão de Milão, na Itália, uma nova trinca de modelos equipados com motorização de dois cilindros em linha e 500cm³ de cilindrada, batizadas de CB 500F, CB 500R e CB 500X. Elas dividem praticamente o mesmo conjunto mecânico, porém se destinam a segmentos diferentes. O modelo CB 500F tem visual inspirado na CB 1000R, que já é comercializada no Brasil e tem foco na utilização mista (cidade e estrada). O modelo CB 500R tem desenho baseado na superesportiva CBR 1000RR e a marca japonesa criou até uma Copa CB Júnior na Europa, para incentivar novos pilotos. Já a CB 500X apresenta um formato nitidamente clonado da Crosstourer 1200, que também será comercializada no Brasil.

A trinca se encaixa perfeitamente na linha da montadora no Brasil, que tem um “buraco” entre os modelos NX 400i Falcon (relançado recentemente) e a CB 600F Hornet, tornando-se forte candidata a compor a lista nacional. Em um passado recente, entre os anos de 1997 e 2005, a própria CB 500 foi comercializada no Brasil. Ela era equipada também com um robusto motor de dois cilindros em linha. A nova trinca de modelos resgata o tradicional nome CB 500, mas chega completamente diferente da antiga e com muita tecnologia. O motor (de 471cm³ de cilindrada) é integralmente novo e bastante compacto, pesando somente 52,7 quilos. Quadro, suspensões, freios, painel e outros componentes são igualmente inéditos.

PELADA Com injeção eletrônica, quatro válvulas por cilindro e refrigeração líquida, o motor desenvolve 48cv de potência (a 8.500rpm), 4,4kgfm de torque (a 7.000rpm). O compartilhamento de vários componentes entre as três motos simplifica a logística de produção, facilitando a comercialização em diversos mercados, dentro da filosofia de estabelecer modelos globais. O propulsor compacto e econômico reforça a proposta. O modelo CB 500F é uma naked que pretende oferecer agilidade nos deslocamentos urbanos, além de encarar estradas nos fins de semana. O quadro é feito em tubos de aço com arquitetura do tipo diamante. Trata-se de uma estrutura mais simplificada, mas que garante a rigidez do conjunto, que também é utilizado nas irmãs.

A suspensão dianteira é do tipo telescópica convencional, não invertida, com tubos de 41mm de diâmetro e 140mm de curso. A suspensão traseira é mono, com regulagens e balança de aço. Mais leve e resistente, mas também mais caro, o alumínio só está presente nas rodas, que têm aros de 17 polegadas. Com isso, o peso fica mais elevado: 175,4 quilos a seco e 192 quilos em ordem de marcha, ou abastecida (tanque com capacidade para 15,7 litros). Entretanto, com o banco mais alto (a 790mm do chão), o peso fica parcialmente neutralizado. Os freios são a disco, com desenho wave: na dianteira, 320mm de diâmetro, mordido por pinça de dois pistãos; e na traseira, 240mm de diâmetro, com sistema de segurança ABS (de série).

A naked CB 500f encara o uso cotidiano na cidade e também na estrada (Honda/Divulgação)
A naked CB 500f encara o uso cotidiano na cidade e também na estrada


AVENTURA O modelo CB 500X pretende cativar a clientela aventureira mais “light”, incluindo na lista de acessórios itens como bauleto traseiro e faróis auxiliares. Para cobrir maiores distâncias, o tanque de combustível comporta 17,3 litros. A altura do banco, porém, sobe para 810mm do chão, assim como o peso a seco, que passa para 178,4 quilos, enquanto o peso com a moto abastecida sobe para 195 quilos. O painel é integralmente digital e igualmente comum aos outros dois modelos quase gêmeos. O conjunto das suspensões, o quadro e o motor são exatamente os mesmos. Porém, o visual e a posição de pilotagem são distintos.

O modelo CB 500R tem carenagem e pretensões esportivas. Para não deixar dúvidas, o visual é baseado na superesportiva CBR 1000RR Fireblade. Para utilização também no dia a dia, além da cilindrada mais modesta, o modelo assume um comportamento muito mais dócil. Ela é equipada com quadro em aço, motor de dois cilindros compartilhado com as outras duas “irmãs”, além de câmbio de seis marchas e freios com o sistema ABS de série, rodas em liga leve e painel digital. A diferença fica por conta da suspensão dianteira (com tubos de 41mm de diâmetro e 120mm de curso), dos pneus com características para asfalto e nos pesos a seco (de 177,4 quilos) e abastecida (195 quilos).

 

O visual esportivo da CB 500R é inspirado na CBR 1000RR Fireblade (Honda/Divulgação)
O visual esportivo da CB 500R é inspirado na CBR 1000RR Fireblade
 

Tags:

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Ricardo Martins
São bons lançamentos. Motos bonitas e pelo visto bem acabadas. Mas a pergunta que não quer calar é:::::::::.....Qdo teremos um lançamento de uma custon de baixa ou média cilindrada para cobrir a lacuna deixada pela Virago 250 e 535???...Será que nehuma montadora vê essa brecha?????? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas em destaque