• (12) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dafra Next 250 - Gestação dupla

Modelo chega ao mercado nacional equipado com refrigeração líquida, câmbio de seis marchas, freios a disco nas duas rodas e visual agressivo, que inclui limpa-trilhos


Téo Mascarenhas - Estado de Minas

Publicação: 08/05/2012 18:07 Atualização: 08/05/2012 18:17

 (Fotos: Dafra/Divulgação)
De Pingtung, Taiwan
- A parceria entre a brasileira Dafra, instalada em Manaus, Amazonas, e a taiwanesa Sanyang, com a marca SYM, localizada em Hsinchu, próximo à capital de Taiwan, Taipei, do outro lado do mundo, gerou o segundo filhote, a motocicleta estilo naked Next 250, depois do scooter Citycom 300. Desta vez, a gestação e o parto foram compartilhados, em vez de adaptar um modelo já existente. O desenvolvimento contou com a participação da engenharia brasileira, para as adequações ao nosso mercado, já que também foi lançada, quase ao mesmo tempo, em Taiwan e na Europa, com características de rodagem bastante diferentes entre si. Porém, o Brasil será seu principal mercado, pois na Europa as vendas serão pontuais e em Taiwan, curiosamente, os consumidores preferem maciçamente os scooters.

Para tanto, os testes do modelo brasileiro consumiram cerca de 300 mil quilômetros, mais de mil horas em dinamômetro e 500 mil ciclos de quadro para acertar a moto, que tem preço sugerido de R$ 10.190. Vendas a partir do dia 15. Para atender o biótipo brasileiro, segundo o IBGE com altura média superior a 1,75m, e proporcionar mais conforto, a ergonomia foi alterada, com novas posições do guidão, mais alto, das pedaleiras e do pedal de marchas, mais baixos. As suspensões foram deliberadamente amaciadas, os pneus substituídos por Pirelli Sport Demon nacionais, enquanto o quadro em aço, do tipo diamond, foi reforçado para rodar em pavimentos irregulares, além da calibragem do motor alterada para poder funcionar com nossa gasolina misturada com etanol.

ANDANDO Segundo pesquisas, o consumidor brasileiro roda mais que o asiático e o europeu, com uma média de mil quilômetros por mês, exigindo um modelo mais confortável. Depois de passar pela fábrica e pelo R&D, centro de pesquisa e desenvolvimento da marca, onde o modelo foi concebido e avaliado nos vários laboratórios e simuladores, foi hora de conhecer o resultado na recém-inaugurada pista do autódromo internacional de Penbay, na província de Pingtung, Sul da ilha, em área de antiga base aérea militar, já que em Taiwan as motos não podem rodar em autoestradas, mas apenas nas rodovias secundárias. Comandar o modelo não exige esforço e é fácil se encaixar naturalmente na posição de pilotagem. Os comandos ficam à mão e a espuma do banco tem densidade correta, para não cansar quem roda bastante.


O que pode provocar fadiga em situações de uso esportivo radical, por exigir mais trabalho na pilotagem, é a calibragem das suspensões, propositalmente mais macias, privilegiando o conforto em sacrifício da esportividade. Como o guidão ficou ligeiramente mais alto, os cabos tiveram que ser alongados. A caixa de marchas, com seis velocidades, também foi reforçada, mas manteve a relação de transmissão, bem como o kit de coroa, corrente e pinhão nacionais. Os freios são a disco nas duas rodas. Na dianteira, 260mm, com pinça de duplo pistão, e na traseira, 220mm de diâmetro. Perderam as pinças radiais, mais eficientes e caras, presentes nos modelos de Taiwan e Europa. Mas transmitem segurança e precisão.

VISUAL O câmbio de seis marchas proporciona melhor aproveitamento do motor, que tem um cilindro, 249,6cm³ de cilindrada, injeção eletrônica (Keihin, desenvolvida no Japão), cilindro revestido em cerâmica e comando de válvulas roletado. A potência é de 25cv a 7.500rpm e o torque de 2.75kgfm a 6.500rpm. Uma combinação surpreendentemente ágil, mantida pela eficiente refrigeração líquida, tanto em baixas quanto em altas velocidades, exigindo, porém, acionamento mais frequente do câmbio. As linhas são nitidamente inspiradas em modelos de maior cilindrada, para conferir status ao modelo. As rodas são de liga leve, com aros de 17 polegadas e ousado desenho curvilíneo. O tanque (15 litros) tem tampa estilo aviação e aletas laterais, mas a carenagem sob o motor, tipo limpa-trilhos, destoa.

O painel, agradável e de fácil leitura, fica dentro de microcarenagem, que também abriga o farol piramidal. Além do conta-giros, velocímetro, indicadores de marcha e de troca do óleo, e relógio, tem o dedo duro que memoriza a maior velocidade alcançada. A suspensão dianteira é convencional, não invertida, com 110mm de curso e a traseira, mono, com 125mm de curso, em balança, com sistema de ajuste de corrente, desenvolvido pela engenharia nacional. O farolete é em LED e as setas ficaram menores na versão nacional. O escape é em aço inox e o peso é de 173kg em ordem de marcha. As cores são o branco perolizado, vermelha e preta.
Motor de um cilindro tem 25cv
Motor de um cilindro tem 25cv

Esta matéria tem: (12) comentários

Autor: silvio araujo
A honda não é líder de venda pq tem motos boas, e sim, pq é muito fácil encontrar peças de reposição e são baratas, já tive uma suzuki intruder durante 5 anos e a única manutenção era troca óleo, filtro, partilhas, kit coroa/ correia/pião, nunca fiquei no prego | Denuncie |

Autor: Hérico Rechi
Ah, a peça que está faltando é uma carenagem. Simplesmente uma carenagem. A concessionária pediu para que eu retirasse a moto e quando chegasse o componente eles instalariam na hora. Mas com a minha moto atrapalhando e todos os dias uma equipe inteira da concessionária olhando para ela, e ninguém con | Denuncie |

Autor: Hérico Rechi
Comprei uma Next 250 e devido a uma queda no dia 03/07/2012, tive que enviar a moto para a concessionária. Isso foi feito no mesmo dia. Hoje, 15/08/2012, completam 43 dias sem a minha moto e continuo aguardando o faturamento da peça pela fábrica. Agora o SAC Dafra informa que a peça chegou a uma sema | Denuncie |

Autor: Ricardão Ricardão
difícil é ler comentários de "quem se acha" com tantos erros de português, não sabe nem escrever e vem aqui criticar comentários. | Denuncie |

Autor: Karl Marx Abrantes Oliveira
Antigamente eram os japoneses que eram ruins de qualidade, depois os Coreanos, ambos são agora referência de qualidade, com a China não é diferente, onde vocês acham que as grandes marcas de motos da Europa são feitas aonde ? A China já fornece motos 600cc, e até 1000cc faz anos. Precisamos conhecer | Denuncie |

Autor: Ricardo Martins
Brasileiro não aprende. Faz tempo que a Dafra está com bons produtos e esse certamente não será diferente. honda e Yamaha devem estar de cabelo empé procurando alternativas a esse preço. Isso é bom para nós consumidores, mas antes de criticar precisamos testar...Abraços | Denuncie |

Autor: Marcos Vitório Barbosa Zacarias
Honda e Yamaha estão anos luz a frente. Depois a gente descute dafra. É dificil ler opnião de "juninhos" ou "juninhas" no assunto. | Denuncie |

Autor: dyone nascimento
para fazer medições é necessario que a mesma estaja no Brasil, com o uso da nossa pessima gasolina, hondeiro é frods, nunca nadou em outra moto, mas pensa que anda de ducati. a fazer soa para pegar a apache imagina essa ai. | Denuncie |

Autor: Teófilo Marques
A matéria original sobre a Next 250, foi publicada no Caderno Vrum do jornal O Estado de Minas em 04.04.2012, enviada diretamente de Taiwan, portanto, não foi "baseada" em quaisquer sites e tampouco "paga". O leitor pode discordar, mas, não insinuar falsidades levianamente. Téo Mascarenhas | Denuncie |

Autor: theles silveira
Isso está fedendo à matéria paga, e pior! Chupada de outros sites. Como que o repórter pilota a moto e não fala nada de aceleração, velocidade final, estabilidade, entrada e saída de curva, estabilidade em retas, etc e etc... Essa matéria eu consigo lendo o press release da Dafra! | Denuncie |

Autor: jose campos
fazem a reportagem e esquece de fazer as mediçoes , o que acho de suma importanciacomo fazemos para saber o consumo? temos de comprar a moto ?ou vcs so tao fazendo a propaganda do lançamento? | Denuncie |

Autor: Denver Gomes
Quero ver disputar mercado com Fazer 250 | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas em destaque