• (20) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

DEFESA DO CONSUMIDOR »

MP pede que consumidores relatem problemas com Amarok, Gol e Voyage

Defesa não convence Ministério Público, que vai ouvir mais donos de Amarok e propor Termo de Ajustamento de Conduta para corrigir desvalorização de Gol e Voyage 12/13


Paula Carolina - Estado de Minas

Publicação: 31/07/2013 15:17 Atualização: 31/07/2013 15:57

 (Marlos Ney Vidal/EM/D.A PRESS)
O promotor de justiça de Defesa do Consumidor Amauri Artimos da Matta , da área de produtos do Procon do Ministério Público de Minas Gerais, vai continuar ouvindo proprietários da picape Volkswagen Amarok, que reclamam de desgaste prematuro na correia dentada. Em audiência realizada este mês, a montadora alegou que o problema é consequência de contato com pó de minério, que interfere na vida útil da correia e das polias. A explicação, no entanto, não convence, já que as várias reclamações não partem somente de quem trafega em região de pó de minério.

 

Clique aqui e veja mais fotos da Volkswagen Amarok!

 

“Vou continuar ouvindo tanto os consumidores que registraram reclamações no Procon quanto outros que estejam com o problema a fim de ter uma visão bem concreta da situação e adotar as medidas cabíveis, pois ao que tudo indica o problema é coletivo”, afirma o promotor, lembrando que muitas reclamações partem de consumidores que não trabalham em mineradoras.

O problema de desgaste que muitas vezes leva ao rompimento da correia dentada da Amarok aos 5 mil quilômetros ou 10 mil quilômetros – quando a primeira troca prevista pelo manual do proprietário é aos 120 mil quilômetros – foi abordado pelo caderno Vrum primeiramente em 18 de abril de 2012, quando a VW passou a adotar como solução uma capa de vedação da correia, que não surtiu efeito. Um ano depois, como mostrou a reportagem do último 20 de abril, foi criado o kit EDK (Engine Dust Kit), incluindo ventilador, novo filtro de ar e um tubo ligado a um novo tipo de cobertura da correia, com o objetivo de sugar o ar, comprimindo-o e fazendo pressão, de modo que as partículas de poeira sejam impedidas de chegar até a correia, danificando-a prematuramente. Solução, no entanto, que não foi disponibilizada a todos os proprietários que reclamam do problema, mas apenas àqueles cuja picape é usada para trabalho dentro de mineradoras. Ao tomar conhecimento do defeito, o Procon-MG instaurou uma investigação premilinar (reportagem publicada em 5 de junho), cobrando esclarecimentos e marcando audiência com a montadora, que insiste em alegar que não há vício de fabricação no produto, já que o desgaste é decorrente de “atrito aumentado pela abrasividade do pó de minério”.

DUAS CABEÇAS O Procon também investiga a atitude da Volkswagen ano passado quando, quatro meses depois de lançar a linha 12/13 dos modelos Gol e Voyage, promoveu reestilização em ambos, sendo inseridos no mercado também como 12/13, porém de cara nova, e gerando o fim da produção dos até então “novos” Gol e Voyage 12/13. A prática de lançar a chamada linha duas cabeças – carro do ano corrente com a nomenclatura de modelo do ano seguinte – é comum no mercado. Porém normalmente quando a montadora pretende fazer alguma alteração mecânica ou de estilo no automóvel espera para já lançar o chamado duas cabeças com a mudança. No caso dos Gol e Voyage reestilizados ano passado, o que a VW fez foi lançar a linha 12/13 dos modelos já comercializados, passando a impressão de que seriam “novos”, e alguns meses depois lançar outra linha 12/13 dos modelos reestilizados.
Quatro meses depois de lançar a linha 12/13 do Gol e do Voyage, a VW promoveu a reestilização dos dois carros apresentando-os novamente como modelos 12/13, apesar das diferenças explícitas de estilo (Volkswagen/Divulgação)
Quatro meses depois de lançar a linha 12/13 do Gol e do Voyage, a VW promoveu a reestilização dos dois carros apresentando-os novamente como modelos 12/13, apesar das diferenças explícitas de estilo


Consumidores que haviam acabado de comprar os modelos 12/13 sem reestilização reclamaram (reportagens publicadas pelo caderno Vrum em 26 de setembro e 5 de dezembro de 2012) de desavalorização dos modelos zero-quilômetro recém tirados das concessionárias e mais uma vez o MPMG entrou em ação. Na mesma audiência realizada com a montadora este mês, a empresa se comprometeu a “não ofertar automóveis fabricados em um ano como modelo do ano seguinte, sem manter neste próximo ano o modelo fabricado no ano anterior”. Mas o promotor Amauri Artimos da Matta pretende, ainda, firmar junto com a montadora um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que a VW restitua aos clientes que se sentirem lesados diferença relativa à desvalorização imediata do carro, decorrente do lançamento de uma segunda linha 12/13, com alterações em relação à anterior.

 

Clique aqui e veja mais fotos do novo Gol!

 

SERVIÇO
Donos de Amarok com problemas na correia dentada e de Gol e Voyage 12/13 que se sentiram lesados com o lançamento de uma segunda linha 12/13 devem entrar em contato com o Procon do Ministério Público, que está ouvindo todas as reclamações com a finalidade de colher subsídios e unir aos processos. Os depoimentos devem ser postados no site www.mpmg.mp.br, link consumidor (do lado esquerdo) e Reclamação/Consulta (lado direito).

 

Clique aqui e veja mais fotos do novo Voyage!

Tags:

Esta matéria tem: (20) comentários

Autor: Antonio Cruz
Senhores, Com relação a problemas na Amarok, também fui "premiado", já que a minha, no ulitmo dia 19/10/2013, estourou a correia na quando retornava de cabo Frio, com a familia, para Belo Horizonte. Estou aguardando orçamento para vr o que faço. Antonio Cruz | Denuncie |

Autor: Elisangela Freitas
No inicio de td problemas nos vidros, depois descobrir o problema no Bluetooth, queimado de fabrica o barulho nas portas que não acaba, já levei na concessionaria e nada solucionado... A minha expectativa em relação a marca é simplesmente falta de compromisso com os clientes c/ produções em massa. | Denuncie |

Autor: Elisangela Freitas
Evaldo Moura, fomos sorteados pela VW, em adquirir o mesmo lote do Voyage com "Grilo" nas portas.... Puxa, estou extremamente descontentada com esse barulho chato, quando adquirimos um bem ou serviço, queremos satisfação, mas eu nestes 6 meses de aquisição somente decepção | Denuncie |

Autor: evaldo moura
continuando .... tem uns grilos nas portas , ja levei la na concecionaria , os caras mexeram , mas volta tudo dinovo, tamos fritos | Denuncie |

Autor: evaldo moura
comprei um voyage 2012 , com um mes de uso ,apresentou um ronco no motor , levei na concecionaria , me disseram que era normal ,me pediram pra trocar o combustivel , mudei pra alcool , alguns dias depois , voltei a usar gasolina , ae o ronco torna a voltar. | Denuncie |

Autor: Guilherme Machado
Essa fresca, como já disseram, é o verdadeiro pônei maldito! KKKKK | Denuncie |

Autor: wedson Assis
Mandou bem Luciano: "Amarok, a fresca que é só dor de cabeça!" 130 mil Dilmas na versão completa 4x4 e não pode ver poeira, nem lama, claro! kkkkkkkkkkkkk | Denuncie |

Autor: wedson Assis
Correia dentada em motores Diesel já era, o negócio é CORRENTE interna, como nos melhores motores ciclo Otto. Pick-up que não pode ver poeira, mudança de modelos em 4 meses, fala sério. E ainda tem (muita) gente que só compra VW! | Denuncie |

Autor: Luciano Pereira
Amarok, a força da inteligencia. Kkkkk. Deveriam trocar o marketing para Amarok, a fresca que é só dor de cabeça! | Denuncie |

Autor: giuseppe garcia
Parabens a todos que estao na luta pelos direitos do consumidor . tenho 30 anos cheguei p olhar um volksvagem me senti em um museum de tao ultrapassada e a tecnologia volks -- abra a sua mente volte se nao voces so vao perder "money" | Denuncie |

Autor: LEONARDO SILVA
Continuem comprando volws. Trouxas... Anda de carroça e ainda tem coragem de dizer que tem um carro na garagem. E ainda tem "babaca" que diz: volks é barato. | Denuncie |

Autor: Reinaldo Faria-Tavares
Motor do Santana, esse cara é louco, e....quem dera. Quando da compra da AUdi a VW aproveitou um motor 1970 dela e o colocou no Passat. Foi o melhor que já circulou no Brasil, ele chegou a ser diesel nas Kombi. No entanto, sequer sairia do lugar em uma caminhonetona. | Denuncie |

Autor: Reinaldo Faria-Tavares
Essa boa ideia de usar uma correia de comando exteriormente ao motor já está superada há muito. Novos materiais suportam esforços e desgastes para compor tensores correntes e engrenagens internas. Para resolver esse problema a VW teria que trocar, por inteiro, o tipo de motor que adotou. | Denuncie |

Autor: Andre Bonutti
EU TIREI UMA FOTO DO DOCUMENTO QUERIAM ME COBRAR MAIS DE r$ 700,00 REAIS PARA TROCAR A CORREIA 500,00 SO DE MÃO OBRA...NA RECREIO..MEU CARRO NÃO VAI MAIS...SO CHATEAÇÃO. | Denuncie |

Autor: Andre Bonutti
COMPREI UM CARRO GOL 2012 NA CONS. RECREIO EM BH BAIRRO ESTORIL , QUE APRESENTOU VAZAMENTO NO MOTOR COM 4 DIAS, AGORA NA MINHA 3º REVISÃO E O CARRO COM 30000 O CONSULTOR QUERIA QUE EU ASSINASSE UM DOCUMENTO LIVRANDO ELES SE ACONTECESSE ALGUMA COISA COM A CORREIA DENTADA, SEGUNDO ELES MINÉRIO. E AI | Denuncie |

Autor: Eduardo Gomes
Uma picape que nao pode trafegar na terra por causa do pó é uma piada de mau gosto! A volks tem que deixar a arrogancia de lado. Cummins, internacional e mwm fizeram excelentes motores diesel, não custava nada colocar na Amarok. | Denuncie |

Autor: mauro almeida
A VW COLOCOU O MOTOR DO SANTANA E CONVERTEU PARA DIESEL E TURBINOU E COLOCOU NA AMAROK O RESULTADO ESTA AI, eu ja tive um ap 2000 estragou com 115 mil km rodado, e olha era tratado com oleo e acessorios originais | Denuncie |

Autor: Abigailde Moreira dos Santos Santos
O MP deveria chamar a RENAULT. Eu nunca vi tanta reclamação dessa montadora nas redes sociais. Tem coisa errada nisso. | Denuncie |

Autor: André Lustosa
Na verdade o grande problema de atendimento é sempre relacionado a concessionária. Uma mesma tem vários tipos de preços e qualidade de atendimento. Na Ford sou bem atendido. Porém basta eles pisarem na bola para eu mudar de marca. | Denuncie |

Autor: Marcelo Dias
Comprei um GOL na Recreio, da AV Barão H. de Melo, no terceiro dia de uso a ventoinha queimou, demoraram 20 dias para consertar o veículo, quando fui buscar não tinha nenhum manual dentro do carro, inclusive sumiram com o CRLV, vai fazer 4 meses que prometeram restituir os material extraviados. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas em destaque