• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Gurgel - Marca retorna com estilo oriental

Triciclo chinês é nacionalizado e homologado pelo Denatran, que o classifica como veículo agrícola. Empresa de Belo Horizonte já vendeu mais de 20 unidades do modelo


Enio Greco - Estado de Minas

Publicação: 05/09/2006 22:43 Atualização:

Modelo tem sistema de transmissão por correias e caçamba basculante. (Fotos: Juarez Rodrigues/EM - 22/8/2006)
Modelo tem sistema de transmissão por correias e caçamba basculante.
Como novo dono da marca Gurgel, o empresário paulista Paulo Emílio Freire tratou de nacionalizar o pequeno triciclo chinês TA-01, substituindo alguns de seus componentes originais, como correias de transmissão, itens do sistema de freios, carroceria e faróis. A cabine feita em fibra de vidro passou a ser produzida em Presidente Prudente e, com o índice de nacionalização de 50%, o empresário conseguiu a homologação do veículo junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) como triciclo agrícola, com motor a diesel de 20hp, velocidade máxima limitada em 60km/h e capacidade de carga de 1.200 quilos.

O curioso é que, no vídeo de divulgação do produto, o veículo, que não tem equipamentos de segurança, é mostrado trafegando em estrada asfaltada em meio a outros carros. Paulo Emílio pretende lançar outros dois triciclos com caixa e motor chineses, com capacidade de carga de 2.500kg e 4.500kg. Mas ele anuncia a construção de uma fábrica em Três Lagoas, na divisa de São Paulo com Mato Grosso do Sul, onde serão produzidos a partir de 2007 os modelos Gurgel. O primeiro deles será o jipe X12.
A logomarca Gurgel está estampada na frente do triciclo.
A logomarca Gurgel está estampada na frente do triciclo.

Em Minas Gerais

Quanto à ausência de itens de segurança no triciclo agrícola, Paulo Emílio garante que cumpriu as exigências do Denatran para a homologação do veículo, que pode trafegar em vias internas de fábricas ou em ambientes rurais. Ele afirma que não houve nenhuma cobrança em relação a itens de segurança, como cintos ou encostos de cabeça nos bancos. O projeto chinês recebeu apenas faróis, pisca, lanternas e buzina.

Em Belo Horizonte, o triciclo agrícola com a marca Gurgel é vendido pela Dynamica Comercial & Técnica, empresa que atua nos segmentos de guindastes, cilindros hidráulicos, bombas e comandos. O superintendente da empresa, Gilberto Soutto Mayor, revela que atua como representante da Gurgel há oito meses e que, desde então, já vendeu 26 triciclos agrícolas. Ele anuncia que pretende fazer algumas modificações no veículo, oferecendo cabine fechada e versões para coleta de lixo hospitalar e guincho. O preço do triciclo é de R$ 16 mil para a versão com caçamba fixa e de R$ 17 mil com caçamba basculante.

Com motor a diesel de bom torque e o câmbio de quatro marchas, o triciclo chega a arrancar de terceira. O painel só tem amperímetro (carga da bateria), que, nos modelos mais novos, foi substituído por horímetro. A suspensão traseira é feixe de mola e o farol é de Uno Mille. Gilberto considera que o triciclo torna-se interessante por ser um veículo de baixo custo na aquisição e manutenção. “Por ser homologado como veículo agrícola, não paga IPVA e ainda pode ser adaptado para receber triturador, gerador e compressor de ar”. (EG)

Serviço
www.gurgelmotores.com.br

Ficha técnica
Motor: Diesel de 20HP com partida elétrica
Consumo: 30km/l
Velocidade máxima: 60km/h
Capacidade de carga: 1.200kg
Direção: Monociclo, que dispensa manutenção e alinhamento
Rodas/pneus: Dianteiro, aro 14 polegadas e traseiro, 6,5 x 16 polegadas
Transmissão: Feita por correias, com câmbio de quatro marchas


Continua no Veja Também (canto superior direito desta página)

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas em destaque