• (7) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

VW Amarok cabine simples - Chique na carga

Volks entra no segmento das picapes destinadas ao transporte de carga com o modelo sofisticado, que tem cabine confortável, motor turbodiesel e câmbio de seis marchas


Paulo Eduardo - Estado de Minas

Publicação: 10/03/2012 14:17 Atualização:

 (Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A PRESS)
A fascinação do brasileiro pelas caminhonetes pode ser explicada pela posição elevada de dirigir e a robustez, pois a maioria das picapes é desconfortável em piso irregular e as de cabine simples levam apenas passageiro e motorista. Prova disso é o sucesso dos modelos de cabine dupla até no segmento das compactas. A Amarok cabine simples tem interior com jeito de automóvel e rodar macio para caminhonete. Leia o teste.

Beleza imponente
A Amarok tem tudo para conquistar clientes com seus trejeitos de automóvel e disposição para transpor obstáculos, mas esbarra na falta de tradição da marca nesse segmento.
A caminhonete da Volks se dá bem em todos os tipos de terreno e o visual imponente chama a atenção
A caminhonete da Volks se dá bem em todos os tipos de terreno e o visual imponente chama a atenção


O uso frequente de veículos de carga em vez dos de passeio faz com que os fabricantes se esmerem para que as caminhonetes tenham características de automóveis. A Amarok segue a receita básica e o resultado surpreende até no modelo de cabine simples destinada ao transporte de carga por levar apenas motorista e passageiro. O rodar é macio e as oscilações verticais são aceitáveis, principalmente com a caçamba vazia.

 

Clique aqui e veja mais imagens da Amarok cabine simples!

As dimensões externas enormes apavoram no contato inicial. O questionamento é como e onde estacionar um arremedo de caminhão nos grandes centros. São mais de cinco metros de comprimento e muitos estacionamentos nem permitem a entrada ou cobram a mais. A caçamba enorme parece não ter limites para a carga, que pode ser acondicionada sem problemas com o auxílio de seis ganchos. A tampa é muito pesada (ver análise ergonômica).

O estilo é bonito, apesar de a parte frontal ser igual à dos demais modelos da marca Volkswagen. Impressionam a robustez e a sobriedade, e a cor branca, a que mais realça as linhas de um carro, fica muito bem na Amarok. Nas ruas, percebe-se o virar de pescoço ao vê-la passar. A cabine dupla já é conhecida, mas a simples começou a ser vendida há pouco e fomos até parados durante os testes pelos curiosos sobre o modelo.

DENTRO Ao entrar na cabine, o motorista se depara com o interior muito semelhante ao de automóvel. Os bancos são confortáveis, mas falta regulagem lombar. Porém, a rusticidade só é lembrada pela forração emborrachada do assoalho, aliás totalmente apropriada para a função do veículo e também para o clima tropical, no qual as temperaturas mais elevadas prevalecem durante a maior parte do ano. O carpete presente nos automóveis nada tem a ver com o clima e a higienização é mais difícil. Por isso, os alérgicos penam com a sujeira incrustada no carpete.
O quadro de instrumentos e o material empregado na construção do painel lembram os de carros de passeio, assim como os comandos eletrônicos de tração 4x4, reduzida e bloqueio de diferencial. Os engates do câmbio de seis marchas são leves para uma picape, mas mais pesados do que os de automóveis. Têm precisão e maciez. A calibragem da direção também é leve e há regulagens em altura e distância. Os retrovisores enormes facilitam a visão.

Os para-choques na cor preta caracterizam a versão e falta protetor de cabine para levar volume alto
Os para-choques na cor preta caracterizam a versão e falta protetor de cabine para levar volume alto


RODANDO A suspensão proporciona conforto semelhante ao de automóvel em piso liso e o comportamento dinâmico surpreende nos irregulares, principalmente nas ondulações do asfalto em que há pouca transferência das imperfeições e a oscilação vertical é moderada. O motor a diesel dá conta do recado sem cerimônia e a primeira marcha serve apenas para tirar a picape da inércia, tamanho o torque disponível desde rotações muito baixas. Como se diz no universo do automóvel: é só pisar que tem. As respostas são imediatas e sobra fôlego. O consumo é baixo e roda-se muito sem pensar ao menos em parar no posto de combustíveis. Não é aconselhável abusar nas curvas, mas a Amarok vai um pouco além da expectativa no limite de aderência. Na terra, mantém suas características, apesar dos pneus de passeio, e transpõe obstáculos com facilidade.
A caçamba é enorme, há seis ganchos para amarrar a carga, mas a tampa muito pesada dificulta manuseio
A caçamba é enorme, há seis ganchos para amarrar a carga, mas a tampa muito pesada dificulta manuseio


O uso dessa picape para transporte de carga esbarra no preço acima de R$ 90 mil com os poucos opcionais.

Conforto e praticidade no transporte
Saiba como a sofisticada picape VW Amarok se comportou nos testes e compare também suas características com as dos concorrentes. Confira os itens de série e opcionais.
Interior é semelhante ao de automóvel e engates do câmbio são precisos
Interior é semelhante ao de automóvel e engates do câmbio são precisos


AVALIAÇÃO TÉCNICA
Acabamento da carroceria
Os retrovisores não basculam no sentido normal, o que dificulta manobrar em vagas apertadas. Não tem de série protetor de caçamba e laterais, grade no vidro traseiro, estribos e arco superior para cargas longas. Nas laterais inferiores tem seis ganchos para fixar cargas. As duas portas, a tampa da caçamba e o capô têm montagem satisfatória. Não tem acabamento com friso emborrachado no vão da união do teto com as laterais da carroceria. A pintura não tem bom acabamento, por conter pontos com impurezas e imperfeições. NEGATIVO

Vão do motor
O capô, que não é leve, tem ótimo ângulo de abertura. O resultado da insonorização para esta versão é aceitável. A sistematização dos vários componentes está racional. O acesso à manutenção é razoável. POSITIVO

Altura do solo
Não foram relevadas interferências com o solo no uso misto, mas tem chapa em aço para toda a zona inferior do motor. Os ângulos de ataque e saída são satisfatórios. POSITIVO

Climatização
É por comando manual. Há quatro difusores circulares no painel que giram 360°. Apresentou bom funcionamento, boa vazão, baixo tempo para climatizar o habitáculo e rumorosidade satisfatória da caixa de ar e está bem vedado. POSITIVO

Freios
O pedal de freio tem relação mal definida em sensibilidade e curso morto (tem retardo inicial de resposta, passando a muito sensível). O freio de estacionamento atuou normal. O ABS tem calibração razoável, mas com o veículo descarregado bloca com facilidade o eixo traseiro. REGULAR

Câmbio
O funcionamento é bom e a qualidade de engate é satisfatória. As relações de marchas/diferencial atendem bem no uso urbano, rodovias e off road, favorecidos pelo turbo e curva de torque do motor. POSITIVO

Motor
A sua performance surpreende para a sua cilindrada e potência máxima em função do peso do veículo. O turbo está muito bem calibrado com entrada suave e bem progressiva. As retomadas de velocidade e aceleração são muito boas, e a rumorosidade de funcionamento é aceitável. POSITIVO

Vedação
Boa contra água. POSITIVO

Nível interno de ruído
Os ruídos no habitáculo são poucos (cabine simples), e o efeito aerodinâmico é contido até 100km/h, passando a crescente em relação à velocidade. REGULAR


Suspensão
Tem bom comportamento no off road leve/médio com bom contato com o solo e leitura das imperfeições, favorecendo a dirigibilidade/tração. O conforto de marcha é um pouco limitado com a caçamba vazia, principalmente na suspensão traseira, passando a razoável com carga. A estabilidade é satisfatória numa condução normal no uso misto, mas é mais delicada em velocidade mais elevada sobre asfalto liso/remendado e terra batida. Os controles eletrônicos de tração e estabilidade são importantes e atuam com eficiência. REGULAR

Direção
A coluna de direção tem ajuste manual em altura e distância, com ótimo curso, e o volante boa pega. A velocidade do efeito/retorno e o diâmetro de giro agradam. As cargas no sistema assistido têm boa calibração. A precisão na reta e em curvas é razoável, e os pneus homologados são bem limitados no uso off road de baixo atrito. POSITIVO

Iluminação
Não tem sensor crepuscular. Os faróis têm duplo refletor, são eficientes, mas não há regulagem elétrica de altura em função da carga transportada, o que faz falta neste tipo de veículo. Não tem auxílio de faróis de neblina. No teto há uma lanterna pequena junto ao retrovisor, com resultado em iluminação satisfatório para a área do habitáculo. O quadro de instrumentos, console central e interruptores elétricos nos painéis de porta têm boa identificação noturna. Há luz de cortesia somente para o vão de carga. REGULAR

Limpador do para-brisa
Não tem sensor de chuva. As palhetas varrem uma área satisfatória, e os esguichos do tipo spray em V são eficientes. É fácil o acesso ao reservatório d’água instalado dentro do vão do motor. POSITIVO

Estepe/macaco
O macaco (do tipo garrafa) e o kit de troca estão acondicionados embaixo dos bancos. Há porca autoadaptadora antifurto para as rodas em uso, mas o estepe não tem proteção contra furto. O estepe fica sob a caçamba em suporte liberado por cabo. O acesso ao mecanismo fica atrás da tampa instalada no para-choque traseiro, que não é encoberto pela tampa da caçamba que, por sua vez, também não tem chave. NEGATIVO

Ferramentas
Há uma chave de fenda combinada com Philips. POSITIVO

Alarme
Os vidros das portas têm função um toque para descer e subir, e o sistema antiesmagamento atuou com precisão. A chave de ignição é codificada e há proteção perimétrica das partes móveis e volumétrica dentro do habitáculo. POSITIVO

 

Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan

Espaço atrás dos bancos é suficiente até para levar malas
Espaço atrás dos bancos é suficiente até para levar malas


Palavra de especialista
Primeira gestação com o DNA apurado
DANIEL RIBEIRO FILHO
ENGENHEIRO

O conjunto deste novo produto da Volkswagen surpreendeu pela dirigibilidade e comportamento dinâmico muito bons. É prazerosa a sua condução e vai ocupar o seu espaço no mercado nacional de picapes assim que provar a sua durabilidade e confiabilidade, pois a assistência técnica é facilitada pela grande rede de concessionárias. Esta versão com cabine simples e tração 4x4 é uma ótima opção para veículo de serviço pela sua dinâmica no uso misto, boa cabine, motor eficiente, sistema de direção bem definido, suspensões com calibragem razoável, bom câmbio manual com seis marchas e sistema de tração com acionamento eletrônico. Pelo seu preço, poderia vir equipada de fábrica com grade protetora do vidro traseiro, arco superior para transportar cargas longas e proteção plástica no vão de carga.
Pneu reserva fica sob a caçamba e troca exige força e disposição
Pneu reserva fica sob a caçamba e troca exige força e disposição


FICHA TÉCNICA
MOTOR

Dianteiro, longitudinal, turbodiesel, de quatro cilindros em linha, 1.968cm³ de cilindrada, 16 válvulas, 122cv de potência máxima a 3.750rpm e torque máximo de 34,7kgfm a 1.750rpm

TRANSMISSÃO
Tração 4x4, com reduzida e câmbio manual de seis velocidades

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira interdependente, com braço duplo longitudinal; e traseira, eixo rígido e mola de lâminas/ 6,5 x 16 polegadas, em liga leve (opcional) / 205/C R16

DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência hidráulica

FREIOS
Disco ventilado na dianteira e tambor na traseira, com controle de tração (ABS/ASR/EDS) com bloqueio eletrônico do diferencial

CAPACIDADES (litros)
Tanque, 80; volume da caçamba, 1.898
Rodas de liga leve aro 16 têm desenho bonito e moderno
Rodas de liga leve aro 16 têm desenho bonito e moderno


EQUIPAMENTOS
DE SÉRIE

Conforto/conveniência – Ajuste de altura do banco dianteiro, alça de apoio na coluna A do lado do passageiro, porta-objetos com porta-copo central, coluna de direção com ajustes de altura e distância, acendedor de cigarro, alto-falantes (2 +2 tweeters), ar-condicionado climatic, direção hidráulica, vidros, travas e retrovisores com controle elétrico, rádio CD/MP3 com entrada SDF-card e USB e com bluetooth, seis ganchos para amarração de carga na caçamba.

Aparência – Revestimento dos bancos em tear, tapete do assoalho em borracha, rodas aro 16, para-choque dianteiro na cor da carroceria e traseiro preto, antena na carcaça do retrovisor, para-barro.

Segurança – Desembaçador do vidro traseiro, protetor de cárter, ABS off-road, EDL, TCS, EBC, BAS, EBD e terceira luz de freio.

OPCIONAIS
Travamento mecânico do diferencial traseiro, módulo elétrico (travamento central das portas com controle remoto, vidros elétricos, espelhos elétricos), alarme antifurto, airbag para o motorista e passageiro e rodas de liga leve aro 16.

NOTAS (0 A 10)
Desempenho 8
Espaço interno 9
Suspensão/direção 8
Conforto/ergonomia 8
Itens de série/opcionais 8
Segurança 9
Estilo 9
Consumo 9
Tecnologia 8
Acabamento 9
Custo/benefício 8

QUANTO CUSTA
A picape Amarok 2.0 turbo diesel cabine simples 4x4 tem preço básico sugerido de R$ 87.990 e com todos os opcionais, R$ 93.170. A versão cabine simples 4x2 tem preço básico sugerido de R$ 80.990.
Linhas limpas e lisas nas laterais compõem o visual da caminhonete cabine simples
Linhas limpas e lisas nas laterais compõem o visual da caminhonete cabine simples



Esta matéria tem: (7) comentários

Autor: Wallace Vidigal
Minhas Notas NOTAS (0 A 10) Desempenho 5 Espaço interno 7 Suspensão/direção 6 Conforto/ergonomia 7 Itens de série/opcionais 4 Segurança 4 Estilo 3 Consumo 5 Tecnologia 2 Acabamento 1 Custo/benefício 0 | Denuncie |

Autor: wagner cunha
Ainda prefiro a frontier ! | Denuncie |

Autor: Antonio Fonseca de Oliveira
Painel, console e volante remetem ao do Gol GIV. A falta de airbag, tb. Resta saber quanto a Vrum recebeu da VW por tantos elogios a uma caminhonete com tão poucos adendos. A Frontier continua anos luz na frente das demais. Infelizmente, pois sou fã de evolução. | Denuncie |

Autor: Brasileiro Brasil
Não tem airbag??? Por este preço, tinha que ter. | Denuncie |

Autor: mario martins ferraz
A VW está louca com estes prêços,dúvido que venderá é encalho na certa. | Denuncie |

Autor: Rangel Santos
cade om protetor de caçambas? carro muito caro !! e se é para transportar cargas, com essa valor pega-se um caminhãozinho agrale ou iveco né!! | Denuncie |

Autor: Bruno ..
Faltou uma versão a gasolina (mais barata) e cambio automático... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas em destaque