• (25) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Fiat Uno Sporting 1.4 - Impressionando pelo disfarce

Versão travestida de esportivo tem apenas adereços para tornar visual mais descolado e suspensão recalibrada, mas motor e câmbio não empolgam, prejudicando o desempenho


Enio Greco - Estado de Minas

Publicação: 19/05/2011 18:48 Atualização: 19/05/2011 19:15

 (Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A PRESS)

 

O que seria um ponto amarelo no meio de uma massa predominantemente cinza e preta? Pode ser o novo Fiat Uno na versão Sporting, que também é vendida nas cores vermelho, laranja Nemo e outras nem tão chamativas. O hatch compacto realmente chama a atenção no meio das demais versões, já que, além de adesivos, tem rodas de liga leve com desenho diferenciado e novos conteúdos, tudo para tentar passar uma imagem mais esportiva. Porém, na prática, somente as suspensões foram alteradas e o restante do conjunto mecânico é o mesmo das outras versões. Ou seja, o motor 1.4 é pouco para quem espera um desempenho empolgante.

 

Veja a galeria completa de fotos do novo Fiat Uno Sporting!

 

VISUAL A fórmula de usar adereços para transformar o visual do modelo, principalmente com apelo esportivo, é antiga. E o pior que costuma agradar, mesmo que o desempenho do carro seja igual ao das demais versões. A Fiat mais uma vez usa desse artifício e traz para o mercado o Uno Sporting 1.4. O compacto com vestimenta esportiva é até simpático, com faróis de máscara negra e detalhes em preto no para-choque dianteiro, como nas molduras dos faróis de neblina. Nas laterais, um adesivo com desenho quadriculado identifica a versão. Na traseira, lanternas com lentes escurecidas e escapamento com saída dupla e capa cromada. As rodas de liga leve aro 15 polegadas com desenho esportivo e o spoiler preto no alto da tampa do porta-malas completam o conjunto.

RECHEIO No interior do compacto predomina a cor preta, com detalhes em vermelho na costura do volante e dos bancos revestidos em tecido, na barra do puxador das portas dianteiras e nos comandos do ar-condicionado. O painel é feito em plástico duro, mas aparenta boa qualidade, com uma máscara imitando fibra de carbono bem no meio. Os instrumentos com fundo preto têm fácil visualização, com visor digital e computador de bordo. O volante revestido em couro tem boa pega e conta com regulagem de altura, mas não tem ajuste de distância. A versão Sporting tem um interessante pacote de itens, porém freios ABS, ar-condicionado e airbag duplo são opcionais. O modelo traz ainda alguns porta-trecos, mas o porta-luvas é pequeno.

Painel tem instrumentos de fácil visualização e volante, boa pega
Painel tem instrumentos de fácil visualização e volante, boa pega


ESPAÇO Se comparado com a geração anterior do Uno, o novo não tem o interior tão espaçoso assim. É ideal para quatro pessoas. O porta-malas tem boa capacidade para a categoria. É fácil o acesso pelas portas traseiras. Na frente, os bancos têm desenho esportivo, com abas nas laterais e espuma mais firme. O do motorista conta com regulagem de altura, mas falta o providencial ajuste lombar. O encosto do banco traseiro rebate, mas é muito reto e desconfortável. Tem três apoios de cabeça, porém o cinto de segurança central é abdominal. A posição de dirigir e a visibilidade são boas, facilitando as coisas para o motorista. Um pequeno deslize são os comandos dos vidros elétricos no painel. Certamente, não é a melhor opção. Ficariam mais adequados nas portas.

RODANDO A principal alteração mecânica feita pela Fiat na versão Sporting do Uno foi a recalibragem das suspensões, que foram rebaixadas em 20mm. Com isso, o compacto ficou mais estável em curvas, tornando a dirigibilidade mais prazerosa. Contudo, elas transferem um pouco as irregularidades do solo para dentro, causando certo desconforto. Já motor e câmbio são os mesmos de outras versões, ou seja, jogando por terra qualquer possibilidade de esportividade real. O motor 1.4 flex dá conta do recado no trânsito urbano e na estrada, mas passa longe de ser esportivo. Além de ser ruidoso em altas rotações, acaba sendo prejudicado um pouco pelo escalonamento das marchas, já que a segunda poderia ser um pouco mais curta. Sem falar que o câmbio tem engates nem sempre precisos e o curso da alavanca é longo. Sem dúvida, a versão merecia uma motorização mais nervosa.

CUSTO/BENEFÍCIO Se o desempenho não entusiasma, o consumo de combustível fica na média. Com etanol, o modelo fez na cidade 5,7km/l e na estrada, 10,8km/l. E com gasolina, 8,3km/l na cidade e 13,1km/l na rodovia. A direção foi bem calibrada e tem bom diâmetro de giro. E os freios, com ABS, funcionaram de forma eficiente. A versão Sporting com todos os itens de série e opcionais acaba sendo uma opção interessante em relação às demais, mesmo porque tem um visual mais descolado.

 

Baixinho em prova

Novo Fiat Uno Sporting 1.4 tem ampla lista de equipamentos e problemas de ergonomia.

Molduras nas caixas de rodas e adesivos compõem o visual
Molduras nas caixas de rodas e adesivos compõem o visual

 

FICHA TÉCNICA

 

MOTOR
Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.368cm³ de cilindrada, oito válvulas, que desenvolve potências de 85cv (gasolina)/88cv (etanol) a 5.750rpm e torques de 12,4kgfm (g)/12,5kgfm (e) a 3.500rpm.

TRANSMISSÃO
Tração dianteira e câmbio manual de cinco marchas

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente, do tipo McPherson, com braços oscilantes inferiores transversais; e traseira, semi-independente, com eixo de torção / 5,5 x 15 polegadas (liga leve) /185/60 R15



DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência hidráulica

FREIOS
A discos sólidos na dianteira e tambores na traseira

CAPACIDADES
Tanque, 48 litros; de carga (passageiros e bagagem), 400 quilos.

EQUIPAMENTOS

 

DE SÉRIE
Conforto/conveniência
- Alerta de manutenção programada, apoia-pé para o motorista, banco traseiro rebatível com duas posições para o encosto, bancos dianteiros reclináveis com apoios de cabeça fixo, bolsa porta-objetos nas portas, bolsa porta-revista no encosto dos bancos dianteiros, comando interno de abertura do porta-malas e da tampa do tanque de combustível, computador de bordo, console central com porta-objetos e porta-copos, console porta-objetos no teto, conta-giros, direção hidráulica, espelhos nos para-sóis, ganchos de fixação de carga no porta-malas, limpador e lavador do vidro traseiro com intermitência e acionamento automático a ré, luz de leitura dianteira com interruptor, My Car Fiat (personaliza várias funções do carro), porta-luvas iluminado, porta-óculos, relógio digital, retrovisor interno com função dia/noite, retrovisores externos com comando interno mecânico, revestimento completo do porta-malas, suspensão com acerto esportivo, tomada 12V, travas elétricas, vidro traseiro térmico temporizado, vidros climatizados verdes, vidros elétricos dianteiros com one-touch (subida e descida) para motorista e volante revestido em couro com regulagem de altura.

Segurança - Alças de segurança dianteira, apoios de cabeça traseiros rebaixados e com regulagem de altura, brake light, cintos de segurança dianteiros retráteis de três pontos com regulagem de altura, cintos de segurança laterais traseiros retráteis de três pontos e central fixo abdominal, faróis de neblina e Fiat Code 2ª geração.

Aparência - Anéis estéticos vermelhos na grade dianteira, bancos revestidos em tecido com costura estilizada, faixas laterais exclusivas com escrita Sporting, faróis com máscara negra, lanternas traseiras fumê, minissaias laterais na cor do veículo, moldura nas caixas de roda na cor preta, painel de instrumentos na cor cinza, para-choques, maçanetas externas e retrovisores na cor do veículo, ponteira de escapamento dupla, quadro de instrumentos com iluminação branca e grafia esportiva, revestimento externo estético esportivo na coluna central, rodas de liga leve aro 15 polegadas, spoiler na tampa traseira na cor preta e spoiler nos para-choques dianteiro e traseiro na cor do veículo.

OPCIONAL
Airbag duplo, freios ABS, adesivos para as colunas, para-lama dianteiro e tampa traseira, terceiro apoio de cabeça traseiro rebaixado, banco do motorista com regulagem mecânica de altura, porta-objetos móvel (copinho), bancos e painéis de porta dianteiros revestidos em tecido laranja, volante em couro bicolor, tapetes em carpete com bordado Sporting, rádio Connect CD MP3/WMA com RDS, viva-voz Bluetooth e entrada USB, quatro alto-falantes, dois tweeters, antena, ar-condicionado e para-brisa degradê.

QUANTO CUSTA?
O novo Uno Sporting 1.4 flex é vendido nas opções duas portas, por R$ 32.170, ou quatro portas, que têm preços que vão de R$ 33.970 a R$ 41.275.

Notas (0 a 10)
Desempenho 7
Espaço interno 8
Porta-malas 7
Suspensão/direção 8
Conforto/ergonomia 7
Itens de série/opcionais 9
Segurança 8
Estilo 8
Consumo 7
Tecnologia 8
Acabamento 7
Custo/benefício 8

 

A frente do hatch é marcada por faróis com máscara negra e detalhes na cor preta no para-choque, como nas molduras das luzes de neblina
A frente do hatch é marcada por faróis com máscara negra e detalhes na cor preta no para-choque, como nas molduras das luzes de neblina
 

 

AVALIAÇÃO TÉCNICA

 

ACABAMENTO DA CARROCERIA
A qualidade da pintura não é boa, por conter alguns pontos com impurezas e imperfeições. Os apliques nos para-choques, adesivos das portas, molduras plásticas nas curvaturas dos para-lamas e soleiras, lanternas, faróis, spoiler do teto etc têm boa montagem. As quatro portas estão desniveladas entre si e a carroceria. A folga fixa das portas dianteiras em relação aos para-lamas é bem desigual entre os dois lados. O capô tem boa montagem, mas a tampa traseira está descentralizada. REGULAR

VÃO DO MOTOR

Há isolantes acústicos em parte do painel de fogo e na zona central do capô, com resultado em insonorização aceitável. A sistematização dos vários componentes está benfeita, tem aspecto organizado e os itens de verificação permanente são de fácil identificação e manuseio. As mangueiras, tubulações e chicotes estão bem fixados e têm proteção contra interferência mecânica. É muito bom o ângulo de abertura do capô. A posição e o diâmetro do gargalo do reservatório de partida a frio poderiam ser melhores. O condensador do ar-condicionado apresenta pontos com as aletas de ventilação amassadas. REGULAR

ALTURA DO SOLO

A altura do solo não tem configuração esportiva. Não há de série chapa em aço para toda a parte inferior do motopropulsor, sendo o ponto mais baixo em relação ao solo a braçadeira da tubulação de descarga primária na sua curvatura logo depois do catalisador. Não ocorreram interferências com o solo no percurso misto de provas. POSITIVO

CLIMATIZAÇÃO

Os comandos manuais são fáceis de operar, mas o sistema de acionamento (botão) do ar-condicionado/opções de velocidade da caixa de ar apresenta folga axial. Os quatro difusores de ar do painel têm formato circular, giram 360 graus e apresentaram boa vazão e angulação das aletas direcionais. O sistema é eficiente com baixo tempo para climatizar todo o habitáculo e está bem vedado. REGULAR

FREIOS

Estão bem dimensionados e calibrados, com ABS eficiente. As reações são equilibradas e o pedal de freio tem boa relação e sensibilidade. O freio de estacionamento atuou normal. Apresentaram boa resistência térmica depois de uso mais severo em longa descida sinuosa com frenagens fortes na entrada das curvas. A desaceleração é boa, em função da velocidade imprimida, e numa utilização bem esportiva foi razoável o afundamento do eixo dianteiro com manutenção da trajetória imposta. POSITIVO

CÂMBIO

Usa as mesmas relações de marchas/diferencial da versão Way 1.4 e tem as mesmas prestações da versão Atracttive 1.4 em velocidade final (5ª marcha). Tem inibidor de marcha a ré. O trambulador tem rumorosidade de funcionamento razoável e o curso da alavanca é longo. A pega no pomo é aceitável, mas poderia ser mais anatômica e diferenciada para essa versão Sporting. As relações de marchas/diferencial satisfazem numa dirigibilidade usual na cidade e em rodovias. A embreagem é macia, tem boa progressividade e curso. REGULAR

MOTOR

A performance é normal e satisfaz, mas não tem brilho esportivo, como sugere a nomenclatura Sporting. As retomadas de velocidade e aceleração são normais. Com o veículo carregado (quatro adultos) e ar-condicionado ligado é apenas aceitável a sua dinâmica numa topografia irregular como Belo Horizonte e determinadas rodovias. O seu rendimento é praticamente igual com álcool ou gasolina e o sistema flex atuou bem. A rumorosidade de funcionamento é razoável. POSITIVO



VEDAÇÃO

Boa contra água e poeira. POSITIVO

NÍVEL DE RUÍDOS INTERNOS

O habitáculo não é silencioso quando se trafega sobre pisos irregulares. O efeito aerodinâmico é notório e crescente a partir de 100km/h, chegando a incomodar em alta velocidade, causando desconforto auditivo. NEGATIVO

SUSPENSÃO

As transferências das imperfeições do solo para dentro são aceitáveis. A estabilidade agrada bem pela boa precisão, rapidez e manutenção da trajetória em curvas de raios variados com inclinação moderada da carroceria. POSITIVO

DIREÇÃO

A geometria das suspensões tem pequena alteração em relação aos modelos de entrada 1.0 e 1.4. A coluna de direção tem ajuste angular em altura com bom curso, e o volante, boa pega. O diâmetro de giro é bom e a velocidade do efeito-retorno agrada. As reações são equilibradas, com ótima leveza e conforto (assistência hidráulica) no uso urbano, e segura, com boa sensibilidade e firmeza em rodovias. A precisão na reta e em curvas é boa e é baixo o ruído do conjunto em curvas sobre piso irregular. POSITIVO

ILUMINAÇÃO

Os faróis são com parábola simples e apresentaram eficiência normal no baixo e no alto. Há auxilio de faróis de neblina embutidos no para-choque, mas não tem regulagem elétrica de altura em função da carga transportada. Porém, é fácil a alteração do facho por meio de chaveta atrás do corpo dos faróis. Há luz de cortesia somente no porta-luvas e na zona do teto tem uma lanterna simples junto ao retrovisor, com resultado razoável em iluminação. O quadro de instrumentos tem fácil leitura noturna. POSITIVO

LIMPADOR DO PARA-BRISA

São seis jatos os esguichos no para-brisa, que quando acionados ativam automaticamente o sistema de varredura, feita por palhetas de boa qualidade, que limpam uma boa área. No vidro traseiro, o sistema também é eficiente, com esguicho único de cima para baixo e boa vazão. O reservatório de água instalado dentro do vão do motor tem fácil identificação e manuseio. POSITIVO

ESTEPE/MACACO

O estepe é em aço, mas o pneu é igual aos de uso. O kit de troca está encaixado abaixo do estepe, no fundo do assoalho, dentro do porta-malas. A operação de troca é normal. Tem porca autoadaptadora antifurto. POSITIVO

ALARME

A chave de ignição é codificada, mas os símbolos de travar e destravar as portas estão invertidos, em função da extremidade da chave no uso e pega usuais. O veículo em prova estava dotado de proteção perimétrica das partes móveis e volumétrica dentro do habitáculo. A porta do condutor tem função de abertura e fechamento por um toque, mas não tem sistema antiesmagamento. REGULAR

VOLUME DO PORTA-MALAS

O declarado é de 280 litros e o encontrado foi 250 litros com a tampa do bagajito fechada, banco traseiro na posição normal e mantendo o triângulo de segurança dentro do vão de carga.
Lanternas traseiras com lente escurecida e ponteira do escapamento ganhou capa cromada
Lanternas traseiras com lente escurecida e ponteira do escapamento ganhou capa cromada



Avaliações do engenheiro Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan

 

Esta matéria tem: (25) comentários

Autor: jardiel sousa
comprei um uno esporting em 2011vermelho 4portas carro lindo chama a tençao por onde passa tive que vendelo,mais ja tou comprando outro branco carro show e anda muito carro nota dez | Denuncie |

Autor: Fernando Martins Ferreira
Eu tenho um Uno Sporting e o comprei pq tem um pacote de itens interessante e pq ele é muito bonito. Melhor acabamento do segmento. Agora, se eu quisesse um carro pra fazer 300km/h compraria um Camaro de 200mil ou um Audi R8 de 1 milhão. Ridiculo querer comparar carro popular com sportivo.... | Denuncie |

Autor: Claudio Campos
Gente é simples! Cadê o concorrente do Uno Sporting? A Fiat sempre sai na frente. Foi criticada assim qdo lançou o 1º carro 1.0 (Uno). Resultado, as outras tiveram que copiar, né! | Denuncie |

Autor: Claudio Campos
O Sr. Richard Freitas disse no seu comentário que a Fiat demorou 72 dias pra entregar seu carro. Isso se deu devido a qtde de pedidos que a fábrica recebeu para o modelo. Não é por causa da qtde de opcionais, pq devido ao custo benefício a maioria dos pedidos são feitos com muitos opcionais. | Denuncie |

Autor: Claudio Campos
A Fiat acertou de novo. Sei disso pq trabalho na Fiat e vejo o sucesso que o carro está fazendo pelo número de carros produzidos diariamente, que infelizmente não posso falar aqui. O que posso dizer é que comprei um e estou muito satisfeito, pois superou minhas expectativas pra um carro "POPULAR". | Denuncie |

Autor: Claudio Campos
Tem um monte de mané por aí que gastam uma nota enfeitando o carro todo e nem se importam com motor e vem esse povo falar mau do Uno Sporting. Só não se esqueçam de uma coisa... O Uno pertence ao segmento "POPULAR", que por sinal deu um show nos concorrentes. Parabéns a Fiat! | Denuncie |

Autor: Claudio Campos
Vejo muita gente reclamando do motor do Novo Uno Sporting, mas o que todo mundo esquece é que se o carro tivesse tudo o que sugerem o preço ficaria lá em cima. O que adianta fabricar um carro super tudo e não vender? A Fiat já provou isso com o Punto T-Jet, que não vendeu, ao contrário do Novo Uno. | Denuncie |

Autor: Daniel Pimentel
O apelo esportivo ficou razoável, mas esportivo com 85 cv?!!! Não seria melhor com o motor 1.4 TJET do Punto/Bravo?? A FIAT já teve o Uno Turbo, alguns anos atrás, poderiam ter evoluído sob este conceito! | Denuncie |

Autor: jardiel sousa
UNO SPORTING E MUITO LINDO MUITO BEM DETALHADO CHAMA ATENCAO POR ONDE PASSA , TA PERFEITO VOU COMPRAR O MEU EM NOME DE JESUS,TEM MUITA GENTE COM INVEJA DO UNO ESPORTING | Denuncie |

Autor: Carlos Silva
Esse motor é lixo,um carro pequeno, com o consumo de carro grande e quando você pensa que tem motor, passa sufoco, péssimo esse motor 1.4. Nunca mais compro. | Denuncie |

Autor: Daniel Felizardo
Se lançar um 'Uno Sporting Adventure' ou 'Uno Adventure Sporting' eu compro! Compro na hora! | Denuncie |

Autor: walter de melo fonseca junior
Sporting com um motor 1.4 frouxo como este tá de brincadeira!! Isto só cola com os irremediavelmente ingênuos. É um popular com pinduricalhos do tipo me engana que eu gosto, aliás a Fiat é mestre em criar nomes pomposos para "vitaminar" estas carroças incrementadas, se fosse turbo até enganava. | Denuncie |

Autor: André Amorim
Jorge Paladium burraldo, você tem um Fiesta defasado, desvalorizado e acabou de comprar 0km. Que tal você ler mais e, consequentemente, se informar mais e escrever melhor? | Denuncie |

Autor: Luidson
Mais uma vez a fiat sai na frente... Playmobil sporting. Era só o que faltava... | Denuncie |

Autor: Jorge Tocafundo
professor girafales, no link abaixo você encontra as informações dos principais equipamentos de série que veem em TODOS os carros ford e já adianto que NÃO veem em todos da fiat: http://www.ford.com.br/ quem sabe pesquisando você aprende alguma coisa e para de acreditar que fiat é carro aceitável. | Denuncie |

Autor: Paulo Castro
Mais um esportivo de araque, fazendo coro com os "off-road" urbanos. Pura enganação! Carro esportivo não são só balangandãns e penduricalhos. Cadê o desempenho? | Denuncie |

Autor: André Amorim
Jorge, seu Ka tem pelo menos DH, alarme e trio elétrico? Volante e pedal de freio eu sei que é item de série KaKa! | Denuncie |

Autor: André Amorim
Se o cara FOI engenheiro e não é mais, só resta criticar mesmo. O engraçado mesmo é gente que não sabe português e quer ensaiar um inglês hahaha. Em qualquer carro, não é conveniente recheá-lo de opcionais. Não vale nada na revenda. | Denuncie |

Autor: Jorge Tocafundo
Se o lado financeiro não importa, comprando um deste completão e pagando uma nota preta pela categoria, leva de bonus uma baixa avaliação do Daniel que foi engenheiro responsável pela oficina da engenharia do produto da fiat por muitos anos e fiquem com algo que 'merecia' ser 1.6! ignorance is bliss! | Denuncie |

Autor: André Amorim
Porém, concordo que o carrinho merecia o motor 1.6 16V. iria ficar nervoso! | Denuncie |

Autor: André Amorim
...não quer dizer que o carro é esportivo. Não existe carro esportivo no Brasil. Existem pseudo esportivos. Esses carrinhos apenas tem apelo esportivo, afinal o brasileiro só liga para aparência mesmo. Alguns pensam no lado financeiro e admiram QQ, Jac 3 e por aí vai! | Denuncie |

Autor: André Amorim
Depois falam que a FIAT compram matérias nos jornais. Quem compra são as outras marcas. Dá pra perceber nitidamente a reportagem tendenciosa CONTRA o Uno. Claro que o carro não é esportivo, oras bolas. Tem de ser muito burro para comprar o Uno 1.4 achando que está comprando um avião. "Sporting"... | Denuncie |

Autor: Jorge Tocafundo
Informo que o engenheiro Daniel é experiente, é também engenheiro responsável pela oficina da Engenharia do Produto da Fiat Automóveis e chefe direto dos pilotos de prova de veículos experimentais. No meu parecer comprova que o jornalismo é a base da fiat.(propaganda usando avaliador quase neutro) | Denuncie |

Autor: Jorge Tocafundo
Richard, não se surpreenda com o que leu. O jornalismo é a base da fiat. | Denuncie |

Autor: richard freitas
Vou dar uma opiniao de quem comprou o carro, execelente custo beneficio, mas demorou 72 dias para entrega pois foi feito pedido com todos os opcionais, e ainda como foi dito na reportagem tem varia impurezas na pintura e no parachoque dianteiro que parece que faltou tinta na hora de pintar..... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas em destaque