• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Monovolume - Cara de bravo

A pedido da Citroën, empresa paulista transforma a aparência pacata e familiar do Picasso em bólido esportivo, com enormes rodas de 20 polegadas e aerofólio no teto


Caderno de Veículos - Estado de Minas

Publicação: 21/05/2008 17:49 Atualização:

O kit aerodinâmico inclui novo pára-choque dianteiro, com tomada de ar maior; portas com ressaltos; novas soleiras; e retrovisores menores. Vidros escurecidos por película completam o visual esportivo (Fotos: Citroën/Divulgação)
O kit aerodinâmico inclui novo pára-choque dianteiro, com tomada de ar maior; portas com ressaltos; novas soleiras; e retrovisores menores. Vidros escurecidos por película completam o visual esportivo
É possível mudar o visual do pacato e familiar Citroën Xsara Picasso, transformando-o em um modelo que respira esportividade? Fica difícil imaginar um monovolume com cara de bravo, não? Mas a empresa paulista Personal Parts aceitou o desafio, a pedido da Citroën. O resultado foi apresentado recentemente, em São Paulo, e agradou. Mas o carro é destinado somente a eventos promocionais da marca.

O projeto de transformação tomou como base um carro feito na Europa por outra preparadora. A primeira providência foi desenvolver uma tinta especial para o modelo: a vermelha WRC, usada no campeonato mundial de rally. Depois, foi a criação de um kit esportivo, que inclui pára-choque dianteiro mais baixo e com uma tomada de ar maior; portas; novas soleiras; retrovisores menores, com formatos mais aerodinâmicos, especialmente desenvolvidos para o carro; aerofólio no teto; e novo recorte da tampa traseira, para elevar a posição da fechadura.

Como todo bom esportivo, o Picasso ganhou enormes rodas de 20 polegadas, com desenho bem mais agressivo, e pneus de perfil bem baixo (245/35 ZR20). Para alojá-las, foi preciso todo um trabalho extra: as partes externas dos pára-lamas foram retrabalhadas; instalação de um adaptador no cubo de roda; e troca dos amortecedores traseiros por outros com curso limitado, já que a suspensão foi rebaixada em 58 mm.
Na traseira, destacam-se também a nova tampa do porta-malas e a saída dupla de escape
Na traseira, destacam-se também a nova tampa do porta-malas e a saída dupla de escape

Ronco
Os vidros também ficaram mais escuros, com a aplicação de película. Para completar a “cara e a fala de mau”, o monovolume ganhou novo escape, que ganhou saída dupla, para imitar os modelos mais esportivos; e perdeu o abafador, roncando mais alto. Também foram aplicados adesivos, que ajudam a compor o novo visual.

Por dentro, o destaque são os bancos dianteiros esportivos, do tipo concha, produzidos pela Sulam. Os bancos traseiros foram mantidos, mas ganharam forração em couro preto e vermelho, para combinar com a cor externa. De acordo com o gerente comercial da Personal Parts, Daniel Simone, todo o processo de transformação do Picasso levou 45 dias, desde o desenvolvimento do kit aerodinâmico até a pintura e alteração da suspensão.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas em destaque